Fomos curados pela sua cruz


Ao refletir sobre a Paixão e Ressurreição de Jesus, precisamos também pensar que Sua dor e entrega foi por causa de nós que somos pecadores. Cristo morreu pelos fracos, pelos feridos, pela crueldade das mentiras que semeamos por causa do pecado, pela indiferença e pela maldade.

A Palavra de Deus nos revela, claramente, essa verdade de um Deus que se entregou por amor a nós: “Em verdade, Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e carregou nossos sofrimentos. Ele foi castigado por nossos crimes e esmagado por nossas iniquidades; o castigo que nos salva pesou sobre Ele; fomos curados graças as suas chagas” (Is. 53, 4a.5).

Sobre Cristo pesou nossa culpa e Ele a carregou! Tomou nossas dores para si, humilhou-se em nosso lugar, foi esmagado por amor a nós. E a Palavra ousa dizer que já fomos curados por meio das chagas d’Ele.

A cada dia temos a oportunidade de vivenciar o perdão e a cura contidas nesse grande mistério. Um Deus que se entregou para morrer, deixou-se castigar e ser crucificar por nós. Como ainda podemos não ter experimentado dessa grande graça? Como ainda continuamos a nos agarrar ao pecado, à culpa e às dores do passado se tudo em Cristo se fez novo?

A Palavra é clara: fomos curados! Nossa culpa foi expiada. É tempo de tomar posse do milagre realizado na cruz, de nos abraçarmos com ela e experimentar o poder do amor derramado até a última gota. De seu amor que não cessa de se derramar da cruz.

Abrace a dor de Cristo para sua salvação, abrace-a e diga: “aqui está a cura da minha alma, das minhas enfermidades, das minhas dores de amor”. Em Cristo está nossa ressurreição, mas é preciso abraçar a cruz e beber do amor que dela jorra, derramando nossa vida para que, assim, ela nos seja restituída em toda potência de misericórdia contida no sacrifício de Jesus, nosso Senhor!

Essa graça é para todos, sem nenhuma exceção; em especial aos mais aflitos, enfermos e desesperados. A esses, Deus se doa, intimamente, na cruz e se une aos seus sofrimentos. Nada temas mais, pois Ele, que morrera, ressuscitou e agora vive!

“Eis o lenho da cruz! Demos graças a Deus!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração!