28 de fev de 2009

Vocabulário para os netos

Vi no blog da Sheila e não resisti em postar aqui também!


Adeus: É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica.
Amigo: É alguém que fica para ajudar quando todo mundo se afasta.
Amor ao próximo: É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos.
Caridade: É quando a gente está com fome, só tem uma bolacha e reparte.

Carinho: É quando a gente não encontra nenhuma palavra para expressar o que sente e fala com as mãos, colocando o afago em cada dedo.
Ciúme: É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo.
Cordialidade: É quando amamos muito uma pessoa e tratamos todo mundo da maneira que a tratamos.
Entendimento: É quando um velhinho caminha devagar na nossa frente e a gente estando apressado não reclama.
Evangelho: É um livro que só se lê bem com o coração.



Evolução: É quando a gente está lá na frente e sente vontade de buscar quem ficou para trás.
: É quando a gente diz que vai escalar um Everest e o coração já o considera feito.
Filhos: É quando Deus entrega uma jóia em nossa mão e recomenda cuidá-la


Fome: É quando o estômago manda um pedido para a boca e ela silencia.
Inimizade: É quando a gente empurra a linha do afeto para bem distante.
Inveja: É quando a gente ainda não descobriu que pode ser mais e melhor do que o outro.


Lágrima: É quando o coração pede aos olhos que falem por ele.
Lealdade: É quando a gente prefere morrer que trair a quem ama.
Mágoa: É um espinho que a gente coloca no coração e se esquece de retirar.
Maldade: É quando arrancamos as asas do anjo que deveríamos ser.
Netos: É quando Deus tem pena dos avós e manda anjos para alegrá-los.
Ódio: É quando plantamos trigo o ano todo e estando os pendões maduros a gente queima tudo em um dia.
Orgulho: É quando a gente é uma formiga e quer convencer os outros de que é um elefante.
Paz: É o prêmio de quem cumpre honestamente o dever.
Perdão: É uma alegria que a gente se dá e que pensava que jamais a teria.
Perfume: É quando mesmo de olhos fechados a gente reconhece quem nos faz feliz.
Pessimismo: É quando a gente perde a capacidade de ver em cores.
Preguiça: É quando entra vírus na coragem e ela adoece.
Raiva: É quando colocamos uma muralha no caminho da paz.
Saudade: É estando longe, sentir vontade de voar, e estando perto, querer parar o tempo.

Sexo: É quando a gente ama tanto que tem vontade de morar dentro do outro.
Simplicidade: É o comportamento de quem começa a ser sábio.
Sinceridade: É quando nos expressamos como se o outro estivesse do outro lado do espelho.
Solidão: É quando estamos cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto.
Supérfluo: É quando a nossa sede precisa de um gole de água e a gente pede um rio inteiro.
Ternura: É quando alguém nos olha e os olhos brilham como duas estrelas.
Vaidade: É quando a gente abdica da nossa essência por outra, geralmente pior.

(Do Livro: "O homem que veio da sombra" de Luiz Gonzaga Pinheiro)
Fonte: http://catequistasheila.blogspot.com

27 de fev de 2009

Desenhos de Jesus no Deserto















Quinta lingugem do amor: TOQUE FÍSICO

Toda criança pequena precisa de contato fisico. Parece que muitos pais não estão conscientes de quanto seus filhos necessitam ser tocados fisicamente e de quanto é fácil para eles usar estes meios e manter os tanques emocionais de seus filhos bem abastecidos com o amor incondicional.
Esta linguagem não esta restrita somente nos atos de abraçar e beijar seus filhos, mas inclui qualquer tipo de contato fisico como afagar seu filho nas costas, nos braços, na cabeça, nos ombros… Quando colocamos nossos filhos no colo para ler um livro infantil.
Os bebês cujos pais os seguram no colo, abraçam e beijam desenvolvem uma vida emocional mais saudavel que aqueles que permanecem sozinhos no berço por longos periodos sem nenhum contato fisico.
O contato fisico é uma das mais potentes vozes do amor.
Muitas pessoas tem evitado as formas saudaveis de contato fisico com seus filhos com medo de ultrapassar os limites e aproximar-se do abuso sexual. Isso é desastroso. Talvez seja necessário observarmos alguns cuidados, mas não devemos permitir que o medo nos impeça de beijar, abraçar nossos filhos, sobrinhos, netos e pessoas que estão inseridos em nossa realidade.
Quanto mais os pais mantiverem o tanque emocional de seus filhos cheios, mais saudavel será a auto estima e a identidade sexual deles.
Um abraço afetuoso transmite amor a qualquer criança, mas para aquelas que se sentem mais amadas, será como um grito “Eu te amo”.
Um tapa no rosto é prejudicial a qualquer criança, mas terá um efeito devastador para as crianças cuja linguagem principal seja o contato fisico.
Qualquer pessoa é capaz de aprender a linguagem do contato fisico, e se esta for a linguagem de amor principal de seu filho, então valerá a pena dar o máximo de você para aprendê-la.



Fontes: Livro: As cinco linguagens do amor das crianças
Livro: As cinco linguagens do amor
Autor: Gary Chapman - Ross Campbell

Quarta linguagem do amor: ATOS DE SERVIR

Jesus deu um exemplo simples, porém profundo, ao expressar amor por meio de um ato de serviço quando lavou os pés dos discipulos. E encorajou seus discipulos a seguir o seu exemplo.
Observe seus filhos. Note como eles demonstram amor por outras pessoas. Isso é uma boa dica para descobrir a primeira linguagem do amor deles.
Quando os filhos são pequenos, os pais se utilizam de Atos de Serviço para se relacionar com eles. Se não o fizerem, as crianças ás vezes adoecem. Tomar banho, ser alimentado e vestido, tudo isso requer um bom tempo de trabalho nos primeiros anos de vida do bebê.
Além disso é necessario cozinhar, lavar, passar. Depois é chegada a hora dos lanches, do ônibus escolar e da ajuda das lições de casa. Essas coisas não são muito valorizadas por algumas crianças, mas para outras comunicam amor.
Se seu filho costuma demonstrar que gosta de pequenas coisas que se façam por ele, é uma dica de que são emocionalmente importante para ele. Pela linguagem Atos de Serviço, você comunica amor de forma significativa.
Quando você o ajuda com um projeto de ciências, isso significa mais do que uma boa nota. O significado é “meu pai (minha mãe) me ama”. Quando você conserta uma bicicleta, o que faz é muito mais que devolver a ele o brinquedo; esse ato permite permite que ele se sinta amado. Se seu filho sempre se oferece para ajuda-lo com seus projetos de consertos, é provável que, dessa forma, ele expresse amor e Atos de Serviço possivelmente seja sua primeira linguagem de amor.

Gary Chapman - Livro: As cinco linguagens do Amor.


Teatro: O que é Quaresma.

Objetivo: Ressaltar o que é Quaresma? Mostrar a criança que o tempo de quaresma é um tempo de mudança de vida, mudança de atitudes. Ensina-lá a fazer sempre o bem e a buscar Deus em primeiro lugar.

Personagens: Maricota e Gija.

(Aparece a Maricota de frente para um calendario)

MARICOTA: aparece olhando um calendário
GIJA: Olá Maricota, o que você esta fazendo???
MARICOTA: Oi Gija, estou contando quantos dias faltam para a Páscoa, minha mãe me falou que vou ganhar um ovo da páscoa gigante…
GIJA: (da uma risada e fala): Maricota, estamos no inicio da Quaresma ainda e você já esta pensando no seu ovo da Páscoa!!!
MARICOTA: Quaresma, o que é isso, é de comer???
GIJA: Maricota, quaresma não é de comer, mas é um tempo onde nos preparamos para a Páscoa. São 40 dias
MARICOTA: Começa a contar no calendário 1 2 3 4 5 6 7 Ai Gija 40 dias é muito tempo!!! A gente não pode diminuir isso não heim???
GIJA: Não Maricota, são 40 dias para pensarmos naquelas coisas que fazemos e que não agrada o coração de Deus…
MARICOTA: Hum!!! As vezes tenho preguiça de guardar os meus brinquedos, deixo tudo espalhado pela casa inteira..Minha mãe fica tão brava!!!
GIJA: Então Maricota, a quaresma existe para a gente pensar nessas coisas e não fazer mais…
MARICOTA: Ah!!! Então se eu for boazinha vou ganhar muitos ovos da Páscoa?
GIJA: da uma risada e diz: Não sei se você vai ganhar muitos ovos da páscoa, mas Jesus vai ficar muito feliz com você quando não deixar mais seus brinquedos espalhados pela casa.
MARICOTA: Gija não só Jesus mas a minha mãe também!!! (fala e ri).

Fonte: http://blog.cancaonova.com/paisecatequistas/

Revista a Turma do Biblincando


A Revista a turma do Biblincando é a primeira revista católica em quadrinhos no Brasil, que é totalmente colorida.

Foi criada com o propósito de evangelizar crianças através de histórias em quadrinhos, brincadeiras, passatempo, história dos santos e muita curiosidade sobre a fé católica.

Acesse: http://www.comdeus.org.br/biblincando/


Jejum e abstinência

O jejum consiste em fazer uma só refeição forte ao dia. A abstinênica consiste em não comer carne. A Quarta-feira de Cinzas e a Sexta-feira Santa são dias de abstinência e jejum. A abstinência é obrigatória a partir dos quatorze anos e o jejum dos dezoito aos cinqüenta e nove anos de idade.

Com estes sacrifícios, trata-se de que todo nosso ser (alma e corpo) participe em um ato onde reoconheça a necessidade de fazer obras com as quais reparemos o dano causado com nossos pecados e para o bem da Igreja.

O jejum e a abstinênica podem ser trocados por outro sacrifício, dependendo do que ditem as Conferências Episcopais de cada país, pois elas têm autoridade para determinar as diversas formas de penitência cristã.

Por que o Jejum?

É necessário dar uma profunda resposta a esta pergunta, para que fique clara a relação entre o jejum e a conversão, isto é, a transformação espiritual que aproxima o homem a Deus.

O abster-se de comida e bebida tem com como fim introduzir na existência do homem não somente o eqüilíbrio necessário, mas também o desprendimento do que se poderia definir como "atitude consumística".

Tal atitude veio a ser em nosso tempo uma das características da civilização ocidental. O homem, orientado aos bens materiais, muito freqüentemente abusa deles. A civilização se mede então segundo quantidade e a qualidade das coisas que estão em condições de prover ao homem e não se mede com a medida adequada ao homem.

Esta civilização de consumo fornece os bens materiais não somente para que sirvam ao homem em ordem a desenvolver as atividades criativas e úteis, mas cada vez mais para satisfazer os sentidos, a excitação que deriva deles, o prazer, uma multiplicação de sensações cada vez maior.

O homem de hoje deve abster-se de muitos meios de consumo, de estímulos, de satisfação dos sentidos, jejuar significa abster-se de algo. O homem é ele mesmo quando consegue dizer a si mesmo: Não.

Não é uma renúncia pela renúncia: mas para melhor e mais equilibrado desenvolvimento de si mesmo, para viver melhor os valores superiores, para o domínio de si mesmo.

25 de fev de 2009

O Tempo da Quaresma

O que quer dizer Quaresma?


A palavra Quaresma vem do latim quadragésima e é utilizada para designar o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no famoso Domingo de Páscoa. Esta prática data desde o século IV.
Na quaresma, que começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira (até a Missa da Ceia do Senhor, exclusive - Diretório da Liturgia - CNBB) da Semana Santa, os católicos realizam a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. Esta comparação significa um recomeço, um renascimento para as questões espirituais e de crescimento pessoal. O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais.
Essencialmente, o período é um retiro espiritual voltado à reflexão, onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar o espírito para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa. Assim, retomando questões espirituais, simbolicamente o cristão está renascendo, como Cristo. Todas as religiões têm períodos voltados à reflexão, eles fazem parte da disciplina religiosa. Cada doutrina religiosa tem seu calendário específico para seguir. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência.
Cerca de duzentos anos após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d. C., a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.


Qual o significado destes 40 dias?

Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras. Esses períodos vêm sempre antes de fatos importantes e se relacionam com a necessidade de ir criando um clima adequado e dirigindo o coração para algo que vai acontecer.

O que os cristãos devem fazer no tempo de Quaresma?

A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma conseqüência da penitência.

Ainda é costume jejuar durante este tempo?

Sim, ainda é costume jejuar na Quaresma, ainda que ele seja válido em qualquer época do ano. A igreja propõe o jejum principalmente como forma de sacrifício, mas também como uma maneira de educar-se, de ir percebendo que, o que o ser humano mais necessita é de Deus. Desta forma se justifica as demais abstinências, elas têm a mesma função.
Oficialmente, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira santa. Pela lei da igreja, o jejum é obrigatório nesses dois dias para pessoas entre 18 e 60 anos. Porém, podem ser substituídos por outros dias na medida da necessidade individual de cada fiel, e também praticados por crianças e idosos de acordo com suas disponibilidades.
O jejum, assim como todas as penitências, é visto pela igreja como uma forma de educação no sentido de se privar de algo e reverte-lo em serviços de amor, em práticas de caridade. Os sacrifícios, que podem ser escolhidos livremente, por exemplo: um jovem deixa de mascar chicletes por um mês, e o valor que gastaria nos doces é usado para o bem de alguém necessitado.


O que é a Campanha da Fraternidade?

O percurso da Quaresma é acompanhado pela realização da Campanha da Fraternidade – a maior campanha da solidariedade do mundo cristão. Cada ano é contemplado um tema urgente e necessário.
A Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização que ajuda os cristãos e as pessoas de boa vontade a concretizarem, na prática, a transformação da sociedade a partir de um problema específico, que exige a participação de todos na sua solução. Ela tornou-se tão especial por provocar a renovação da vida da igreja e ao mesmo tempo resolver problemas reais.
Seus objetivos permanentes são: despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum; educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor: exigência central do Evangelho. Renovar a consciência da responsabilidade de todos na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária.
Os temas escolhidos são sempre aspectos da realidade sócio-econômico-política do país, marcada pela injustiça, pela exclusão, por índices sempre mais altos de miséria. Os problemas que a Campanha visa ajudar a resolver, se encontram com a fraternidade ferida, e a fé, tem o compromisso de restabelecê-la. A partir do início dos encontros nacionais sobre a CF, em 1971, a escolha de seus temas vem tendo sempre mais ampla participação dos 16 Regionais da CNBB que recolhem sugestões das Dioceses e estas das paróquias e comunidades.

Como começou a Campanha da Fraternidade?

Em 1961, três padres responsáveis pela Cáritas Brasileira idealizaram uma campanha para arrecadar fundos para as atividades assistenciais e promocionais da instituição e torná-la autônoma financeiramente. A atividade foi chamada Campanha da Fraternidade e realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, em Natal-RN, com adesão de outras três Dioceses e apoio financeiro dos Bispos norte-americanos. No ano seguinte, 16 Dioceses do Nordeste realizaram a campanha. Não teve êxito financeiro, mas foi o embrião de um projeto anual dos Organismos Nacionais da CNBB e das Igrejas Particulares no Brasil, realizado à luz e na perspectiva das Diretrizes Gerais da Ação Pastoral (Evangelizadora) da Igreja em nosso País.
Este projeto se tornou nacional no dia 26 de dezembro de 1963, com uma resolução do Concílio Vaticano II, a maior e mais importante reunião da igreja católica. O projeto realizou-se pela primeira vez na quaresma de 1964. Ao longo de quatro anos seguidos, por um período extenso em cada um, os Bispos ficaram hospedados na mesma casa, em Roma, participando das sessões do Concílio e de diversos momentos de reunião, estudo, troca de experiências. Nesse contexto, nasceu e cresceu a Campanha da Fraternidade.

Qual é a relação entre Campanha da Fraternidade e a Quaresma?

A Campanha da Fraternidade é um instrumento para desenvolver o espírito quaresmal de conversão e renovação interior a partir da realização da ação comunitária, que para os católicos, é a verdadeira penitência que Deus quer em preparação da Páscoa. Ela ajuda na tarefa de colocar em prática a caridade e ajuda ao próximo. É um modo criativo de concretizar o exercício pastoral de conjunto, visando a transformação das injustiças sociais.
Desta forma, a Campanha da Fraternidade é maneira que a Igreja no Brasil celebra a quaresma em preparação à Páscoa. Ela dá ao tempo quaresmal uma dimensão histórica, humana, encarnada e principalmente comprometida com as questões específicas de nosso povo, como atividade essencial ligada à Páscoa do Senhor.

Quais são os rituais e tradições associados com este tempo?

As celebrações têm início no Domingo de Ramos, ele significa a entrada triunfal de Jesus, o começo da Semana Santa. Os ramos simbolizam a vida do Senhor, ou seja, Domingo de Ramos é entrar na Semana Santa para relembrar aquele momento.
Depois, celebra-se a Ceia do Senhor, realizada na quinta-feira santa, conhecida também como o lava pés. Ela celebra Jesus criando a eucaristia, a entrega de Jesus e portanto, o resgate dos pecadores.
Depois, vem a celebração da Sexta-feira da Paixão, também conhecida como sexta-feira santa, que celebra a morte do Senhor, às 15 horas. Na sexta à noite geralmente é feita uma procissão ou ainda a Via Sacra, que seria a repetição das 14 passagens da vida de Jesus.
No sábado à noite, o Sábado Santo é celebrada a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal é acesso, resultando as cinzas. O significado das cinzas é que do pó viemos e para o pó voltaremos, sinal de conversão e de que nada somos sem Deus. Um símbolo da renovação de um ciclo. Os rituais se encerram no domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa, que celebra o Cristo vivo.

Fonte: CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
Arquidiocese de São Paulo - Vicariato da Comunicação

Cinzas



A quarta-feira de cinzas na Igreja é um momento especial porque ela nos introduz precisamente no mistério quaresmal.
Uma das frases na imposição das cinzas serve de lembrete para nós: ‘Lembra-te que do pó viestes e ao pó, hás de retornar.’ A cinza quer demonstrar justamente isso; viemos do pó, viemos da cinza e voltaremos para lá, mas, precisamos estar com os nossos corações preparados, com a nossa alma preparada para Deus.
A quarta-feira de cinzas leva-nos a visualizar a quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor. A liturgia da quarta-feira de cinzas mostra-nos a esmola, a oração e o jejum, dando-nos o princípio da quaresma, jejum, oração e esmola.
A própria quarta-feira de cinzas nos coloca dentro do mistério. É um tempo de muita conversão, de muita oração, de arrependimento, um tempo de voltarmos para Deus.
Eu gosto muito de um texto do livro das Crônicas que diz: “Se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto dos céus e sanarei sua terra” (II Cr 7, 14).
A quaresma é tempo conversão, tempo de silêncio, de penitência, de jejum e de oração.
Eu, padre Roger, pergunto para Deus: “Senhor, que queres que eu faça”? - mesma pergunta de Francisco diante do crucifixo - mas geralmente, a minha penitência é algo que eu gosto muito, oferto aquilo que eu gosto para Deus, neste tempo quaresmal.
Você que fuma, por exemplo, deixe de fumar na quaresma, e tenho certeza que após a quaresma Deus o libertará do vício do cigarro. Você que bebe, não beba, permitindo que o próprio Deus te leve à conversão pela penitência que você está fazendo. Talvez você precise fazer penitência da língua, da fofoca. Escolha uma coisa concreta e não algo tão abstrato que não vai levar a nada. Faça penitência de novela, você que assiste. Tem que ser algo que leve a conversão.
O Espírito Santo te levará a penitência que você precisa fazer nesta quaresma.
Padre Roger Luis
Comunidade Canção Nova

22 de fev de 2009

Deus seja louvado!!!

Mais de 50.000 acessos ao nosso blog e eu só tenho a agradecer por Deus Paizinho continuar acreditando nesta indigente! Não tenho outra coisa a anunciar a não ser a misericórdia de Deus que se renova a cada dia em minha vida!

Agradeço a todos os que acompanham e intercedem por esse ministério tão "pequenino, mas tão necessário à igreja" (1 Coríntios 12, 22). Também um agradecimento especial aos meus filhos Gabriel e Filipe que são a figura do Menininho Jesus em meu dia-a-dia e ao meu marido por seu apoio e orações.

Pra comemorar fiz este selinho o qual dedico a todos os que trabalham na evangelização de crianças em Grupinhos de Oração, Catequese, Escolas Bíblicas, Missa com Crianças, Cultos Infantis, Escolas, etc. Como disse Stª Terezinha do Menino Jesus:

"A nós, o trabalho. A Jesus, o sucesso!"

Que Deus abençoe a todos nós!!!

20 de fev de 2009

ZAQUEU

Lucas 19, 1 – 10

Um dia Jesus entrou numa cidade chamada Jericó. Lá morava um tal Zaquel, o chefe dos cobradores de impostos da cidade. Era tão baixinho que não conseguia ver Jesus, por causa de toda a gente que estava ali. Então, Zaqueu subiu numa árvore. Quando Jesus passou por debaixo dela, olhou para cima e disse:
- Zaqueu, desça depressa daí, pois é preciso que eu fique em sua casa hoje.
Zaqueu ficou muito alegre em receber Jesus na sua casa e disse:
- Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e devolverei quatro vezes mais tudo o que roubei!
Jesus disse:
- Hoje entrou a salvação nessa casa.

Terceira linguagem do amor: PRESENTES

Um presente é algo que você pode segurar nas mãos e dizer: Ele pensou em mim! ou Ela se lembrou de mim!
Antes de comprarmos um presente para alguém, pensamos naquela pessoa. O objeto em si é um símbolo desse pensamento. Não importa se foi caro ou barato, o importante é que ele seja a prova desse desejo. Não é somente a intenção mental que conta, mas o pensamento concretizado pelo presente que se torna uma expressão de amor.
Muitas mães contam que seus filhos lhe deram de presente flores colhidas no quintal de casa. Elas se sentem amadas, mesmo que o presente seja uma simples flor do jardim delas, que não gostariam de ver ser arracanda. Desde muito pequenas as crianças sentem-se inclinadas a presentear os pais, o que é uma boa indicação de que dar presentes é fundamental para o amor.
O presente é um símbolo visual do amor.
Existe um tipo de presente intangível que muitas vezes fala mais alto do que qualquer outro que você tenha nas mãos. Eu denomino presente da presença ou presente de si mesmo.
Alguns pais tentam fazer por seus filhos o que os pais não puderam realizar por eles. Compram para eles coisas que desejaram quando crianças e não ganharam. A menos que Presentes seja realmente a primeira linguagem de amor de seu filho, os presentes terão pouco significado emocional para eles. Os pais podem até ter boas intenções, mas nem sempre é pelo presente que a necessidade emocional do seu filho é satisfeita.
Se os brinquedos que você dá ao seu filho logo são postos de lado, se ele raras vezes lhe agradece, se ele não valoriza o que recebeu, há grandes indícios de que Presentes não seja a sua primeira linguagem do amor dele. No entanto, se ele lhe agradece efusivamente, se mostra pelo presente ganho aos outros e diz como você dá bons presentes, se ele é cuidadoso com seus brinquedos e os guarda em lugar de honra no quarto, os mantém limpos e brinca bastante tempo com eles, talvez Presentes seja a primeira linguagem de amor dele.
O que fazer se a primeira linguagem de amor de seu filho for Presentes e você não tem dinheiro suficiente para comprar vários brinquedos para ele? Tenha em mente que não é a qualidade ou o custo do presente que conta. Muitos presentes podem ser feitos manualmente e, as vezes, as crianças gostam mais desse tipo do que dos sofisticados. Você já reparou como as crianças pequenas brincam mais com a caixa do que com o presente. Outra possibilidade é trabalhar com brinquedos quebrados e reconstitui-los. Reformar um brinquedo pode ser um projeto e tanto para os pais como os filhos.
Você não precisa ter muito dinheiro para dar presentes a seu filho.
Gary Chapmam - Livro : As cinco linguagens do amor
Para você comentar: Você gosta de receber presentes? Você gosta de presentear as pessoas? Essa pode ser a sua forma de se sentir amado, ou amar as pessoas.


Deus abençoe


Tia Tininha - Departamento Infantil Canção Nova.

CARNAVAL



Falar em carnaval é pensar logo em festa, muita música, roupas coloridas…
E quem não gosta de tudo isso?
Mas, vamos nos lembrar sempre de que tudo isso sem a presença de Deus, não tem a menor graça.
Só Deus pode nos dar a verdadeira alegria. Por isso, vamos pedir para que Deus que é o nosso Melhor Amigo, que é Aquele que nos ama sempre muito, que tudo o que fizermos nestes dias, que Ele esteja sempre conosco e nos proteja de todo o mal que vem disfarçado, fantasiado de bem.

Vamos ficar espertos…

Quem é de Deus, não é bobo, não!!!
E sabe, quando dizer Sim e quando dizer Não!

17 de fev de 2009

Segunda linguagem do amor: TEMPO DE QUALIDADE

Ao dizer Tempo de Qualidade, afirmo que você deve dedicar a alguém sua inteira atenção, sem a dividir.
O aspecto central do Tempo de Qualidade é estar próximo. Não quero simples proximidade…Estar junto quer dizer prestar atenção.
Quando um Pai esta sentado e brinca de bola com o seu filho de 2 anos, sua atenção esta focalizada na criança e não na bola. Naquele momento, por mais breve que seja, enquanto durar, eles estão juntos. Se, no momento, o pai fala ao telefone enquanto chuta a bola para o filho, sua atenção esta dividida.
Dedicar Tempo de Qualidade não significa olhar nos olhos um do outro o tempo todo. Quer dizer fazer as coisas juntos e conceder atenção total a quem esta conosco. A atividade com a qual nos envolvemos é secundária.
O importante no fato de o pai chutar a bola para o filho de 2 anos não é a atividade em si, mas as emoções suscitadas entre os dois.
Investir o tempo juntos em uma atividade em comum significa que nos importamos um com o outro, gostamos de estar próximos e de fazer as coisas juntos.
Tempo de Qualidade significa dedicar aos filhos atenção total.
Para uma criança pequena, a forma de falar essa linguagem é sentar- se no chão com ela e rolar uma bola pra lá e pra cá. Estamos falando de brincar de carrinhos, de bonecas, ajuda-lá a construir castelo, devemos penetrar no mundo da criança.
São muitos os adultos que, ao olharem para trás, para a sua infância, não se lembram do que seus pais disseram, mas se lembram do que lhes fizeram.
Se Tempo de Qualidade for a primeira linguagem do amor de seu filho e você usar esta linguagem para comunicar-se com ele, haverá grandes chances de que, mesmo na adolescência, permita que você passe mais tempo com ele.
Se você não dedicar esse tempo, provavelmente ele procurará os amigos da turma e se afastará dos pais, em um tempo tão importante em que os pais precisam estar ainda mais proximos dos filhos.


Livro: As Cinco Linguagens do Amor - Gary Chapman
Diante desse texto cada um pode se rever:
Você tem gastado tempo com os seus filhos? Não é somente estar perto deles mas com eles.

Deus abençoe você e sua familia.

Tia Tininha - Departamento Infantil Canção Nova

Atividades e desenhos - Cura do Paralítico







A CURA DE UM PARALÍTICO

Marcos 2, 1-12

De volta a Cafarnaum, Jesus estava na casa de Pedro e uma grande multidão tentava entrar lá e chegar até Ele. Trouxeram um paralítico sobre uma maca. Como não conseguiam entrar, abriram um buraco no telhado e desceram o paralítico, com uma corda, até Jesus.
Jesus, vendo a fé do paralítico e de seus amigos, disse:
- Filho, seus pecados são perdoados.
Estavam ali sentados alguns escribas, (aqueles que escreviam e interpretavam a lei) que diziam uns aos outros:
- Esse homem está mentindo! Só Deus pode perdoar pecados!
Mas Jesus sabia o que eles pensavam e lhes disse:
- Por que pensam assim em seus corações? O que é mais fácil dizer ao paralítico: seus pecados estão perdoados, ou levante-se, tome seu leito e ande? Ora, para que saibam que o Filho de Deus tem poder na Terra para perdoar pecados, digo...
E, voltando-se para o paralítico, disse:
- Levante-se, tome sua maca e vai para sua casa.
Ele levantou-se e, tomando logo a maca, saiu andando.
Todos se admiraram e glorificaram a Deus, dizendo:
- Nunca vimos coisa igual.



VERSO PARA DECORAR
“Existe amigo mais chegado que um irmão.” Provérbios 18.24

OBJETIVOS
SABER que Deus fica contente quando estamos dispostos a ajudar outra pessoa.
SENTIR desejo de ajudar outras pessoas.
RESPONDER procurando alguma maneira de ajudar outras pessoas.
A MENSAGEM
Ajudar aos outros é servir a Deus.

16 de fev de 2009

Oração de quem confia mais no Senhor que em si próprio

Senhor, meu Deus,
Não sei o que vai ser o meu dia de amanhã,
Não percebo qual é o meu caminho
Não sei prever onde me conduz.
Nem sequer me conheço a mim mesmo.
E, se é verdade que quero, acima de tudo, fazer a Tua vontade
A verdade é que nem sempre a aceito na minha vida.
No entanto acredito que o meu desejo de Te agradar, Te agrada.
Peço-Te que, em tudo o que faço, eu seja fiel ao desejo profundo do meu coração,
E que, no futuro, este desejo não me abandone.
Sei que, se for fiel ao desejo de Te agradar
Tu, meu Deus, vais conduzir-me pelo caminho reto,
Ainda que por mim, não seja capaz de o encontrar.
Quero pôr em Ti a minha confiança;
Mesmo quando me sinto perdido,
Mesmo quando atravesso vales tenebrosos,
Nada receio porque Tu estás comigo
E na hora do perigo
Poderei contar contigo, a meu lado.



Thomas Merton, monge

Fonte: http://sermais.blogspot.com/

Primeira linguagem do amor: PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO

Uma forma de expressar o amor emocional é utilizar palavras que edificam. Elogio e palavras de afirmação são poderosos comunicadores de amor.
Monsenhor Jonas nos ensina que somos restaurados a partir do nosso positivo.
O objetivo do amor não é você conseguir algo que deseja, mas fazer alguma coisa pelo bem-estar de quem ama. No entanto, sabe-se que, quando recebemos elogios, ficamos mais dispostos a retribuir gentileza.
Esse conceito das cinco linguagens do amor também são aplicados aos nossos filhos. Quando os filhos são muito pequenos não há como saber a primeira linguagem do amor deles. Uma dica é observar o comportamento de seus filhos, será possivel verificar, mais facilmente, a primeira linguagem do amor deles.
Para uma criança cuja primeira linguagem do amor são palavras de afirmação, se ela só recebe palavras negativas, criticas e desanimadoras, isso faz com que ela se retraia e isso afeta a sua auto estima. Se pelo contrario, ela recebe um elogio de algo bom que tenha realizado, ela se motiva a ser ainda melhor.
Ao educarmos os filhos, temos a tendência de criticar as falhas deles. Se essa atitude for extremada, pode gerar consequência nefastas na vida adulta de seu filho. Elogie por toda atitude correta que ele(a) tiver feito. Dois elogios, no minimo, ao dia é uma boa meta.
Pense bem se para nós que somos adultos um elogio sincero pode causar em nós um impacto tão grande, imagine isso para uma criança.
Lembro-me que quando escrevi o meu primeiro livro: Uma história de Natal - Tia Tininha conta a verdadeira história do Papai Noel, recebi um elogio do Eto que é o administrador dessa linda Obra de Deus a Canção Nova, que foi um grande impulso para investir nesse dom que Deus me deu para evangelizar. O Elogio sincero faz potencializar as nossas qualidades, os nossos dons naturais.

Livro: As cinco linguagens do amor
Autor: Gary Chapman

Para você refletir e comentar:

Você tem elogiado seus filhos pelas coisas boas que realizam?
Você já recebeu um elogio que fez a diferença na sua vida?

Deus abençõe você e sua familia.
Tia Tininha - Departamento Infantil Canção Nova.

13 de fev de 2009

Seminário de Vida no Espírito Infantil

Mais um lançamento da Editora ComDeus para nós evangelizadores infantis
O Seminário de Vida no Espírito para crianças tem por objetivo levar as crianças a um encontro pessoal com Jesus Cristo e despertá-las a vida de oração em busca da santidade com o auxílio do Espírito Santo.
"Deixai vir a mim as criancinhas", esse é o grande pedido de Deus a nós. Deixar as crianças se aproximarem de Jesus, para que Ele mesmo possa tocá-las e abençoa-las. Cabe a nós evangelizadores infantis promover esse encontro e deixar Deus fazer o resto.
O seminário de vida no Espírito para crianças está divido em 9 encontros com duração de 2 horas cada encontro. Além disso o Seminário contém o Manual do Evangelizador e o Caderno de Atividades para as crianças.
Autoras: Graziela P. Lopes e Daniela P. Lopes Teodoro
ADQUIRÁ JÁ O SEU E APLIQUE ESSES ENCONTROS COM AS CRIANÇAS DE SUA PARÓQUIA OU DE SEU GRUPO DE ORAÇÃO!

12 de fev de 2009

+ um selinho!

Foi com grande surpresa que recebi esse prêmio da Juliana do blog Amor em Ensinar! http://amoremensinar.blogspot.com/

Estes selinhos sempre nos incentivam a continuar!

Muito obrigada, Juliana! Que Deus te abençoe!



Distribuir Prêmios e Mimos é uma forma de aproximar e criar vínculos com outros blogueiros. Então dou continuidade a esse prêmio, para "correr" pelos blogues, a fim de criarmos mais laços de amizade.

Prêmio "Um Blogue de Ouro"
***Esse é um presente para os blogues que transmitem mensagens de amor e carinho; que sejam criativos, seja por sua originalidade em criar o visual do blogue, como também ter personalidade própria.***

Ao receber esse Prêmio deve-se:

1- Oferecer a 10 blogues que tem o estilo de ser.

2- Deve exibir a imagem do selo do prêmio em seu blogue.

3- Não se esquecer de avisar (por comentário) os blogues que foram indicados por você.

OS MEUS BLOGS DE OURO SÃO:

11 de fev de 2009

Oração para crianças

Atividades sobre Naamã














A Cura de Naamã (II Reis 5)


Havia um homem chamado Naamã, chefe do exército do rei de Aram. Ele ficou muito doente de lepra (doença contagiosa que causa feridas que corroem a pele e a carne). A serva da esposa de Naamã disse a ela:
- Meu senhor poderia pedir ajuda ao profeta Eliseu. Ele irá curá-lo da lepra.
E Naamã partiu ao encontro de Eliseu.
Ao chegar, Naamã parou na frente da casa do profeta. Então Eliseu mandou um mensageiro até ele com esta ordem:
- Vá e se lave sete vezes no rio jordão. Seu corpo ficará limpo e você será curado.
Naamã foi embora dizendo:
- Eu pensava que ele sairia e chamaria por Deus. Depois passaria a mão no lugar da doença e eu ficaria curado.
Mesmo assim, Naamã obedeceu: foi até o rio Jordão e se lavou sete vezes. Sua pele ficou como pele de criança e ele ficou curado. Naamã voltou até a casa de Eliseu e disse:
- Agora eu sei que não há outro Deus na Terra, a não ser o Deus de Israel!
Eliseu disse a Naamã:
- Vá em paz.

Para Colorir:


Com esta leitura bíblica podemos trabalhar FÉ E CONVERSÃO
Outro dia estava com vontade de comer algo doce, procurei no armário e achei uma caixinha de pó para gelatina. Precisei seguir as instruções da embalgem para preparar a gelatina: primeiro fervi 250ml de água e aí dissolvi o pó para gelatina. Adicionei 250ml de água fria e coloquei em taças. Levei à geladeira e depois de algum tempo a gelatina estava pronta e pude comê-la.
Naamã acreditou na palavra de Eliseu e obedeceu ao que ele mandou e como resultado recebeu a cura. Nós temos o nosso "manual de instruções" que é a Palavrinha de Deus (Bíblia). Quando estamos com algum problema, precisamos decidir alguma coisa e nosso dia-a-dia a melhor coisa a fazer é ler a Palavrinha, pois assim saberemos o que Jesus faria se estivesse em nosso lugar, como o povo de Deus deve se comportar, enfim, a Bíblia nos ajudará para que façamos a vontade de Deus em todas as nossas ações.

9 de fev de 2009

A Cura de um leproso - Marcos 1, 40-45

No tempo de Jesus, a lepra, que é uma doença contagiosa e cobre de feridas a pele dos contaminados, ainda não tinha cura e ninguém queria tocar em alguém que estivesse doente. Mas um leproso que tinha muita fé se aproximou de Jesus e implorou, de joelhos:
- Se quiser, o Senhor pode me curar!
Jesus ficou com pena dele, estendeu a mão e o tocou dizendo:
- Eu quero, fique curado!
Imediatamente desapareceram as feridas e o homem ficou curado.
Jesus pediu que o homem não contasse a ninguém, mas ele contou para todos osque encontrava, de modo que Jesus não conseguia mais entrar numa cidade, de tanta gente que ia ao encontro dele.

Algumas atividades sobre este evangelho. É só clicar em cima da imagem para ampliar e imprimir:






Com este evangelho podemos trabalhar com as crianças o tema PECADO:


O pecado é como uma lepra no nosso coração, ele suja o nosso coração com inveja, ciúme, raiva, mentira, preguiça, desobediência, etc. Jesus quer que a gente fique livre do mal, por isso Ele já nos libertou por sua morte e ressurreição. Os leprosos faziam um ritual de purificação e se apresentavam ao sacerdote, nós faremos uma oração de arrependimento e pediremos perdão a Deus Paizinho pelas vezes que deixamos que o mal entrasse no nosso coração. Depois também pediremos que o Espírito Santo nos ajude a desejar sempre o bem e assim vivermos bem felizes!



Uma brincadeira sobre o PECADO:

Batata Quente

Em círculo, à voz de comando, passa-se a "batata" com todos cantando: "Batata quente, quente, quente. quente, queimou!". Com quem parar a "batata" este sai da brincadeira. Assim sucessivamente até o último que ficar, que será o vencedor.

Pregação: Esforçar-se ao máximo em atenção para não pecar (a "batata" é o pecado). Quem está em pecado precisa confessar, por isso fica fora e quem ficar por último é o vencedor porque evitou pecar.