27 de mar de 2013

A cigarra arrependida e a formiga misericordiosa


Fonte: Catequizando com Amor



Utilizamos esta peça na missa com crianças para podermos trabalharmos a mensagem central da liturgia. Ficou muito legal! Vejam abaixo o texto e postaremos também o vídeo da peça.
Narrador: Em uma linda floresta, em dia quente de verão, uma cigarrinha estava a cantar e sem se preocupar com o inverno que iria chegar!
Cigarrinha: Eu não vou trabalhar, eu não vou trabalhar, eu só quero cantar eu não vou trabalhar!
Narrador: E neste mesmo bosque existia uma formiguinha trabalhadeira, muito preocupada com o inverno que iria chegar... não poderia deixar para a última hora, pois era necessário juntar alimentos para os dias frios que viriam. Vendo a atitude da cigarra e movida de misericórdia a formiguinha falou:
Formiga: Dona Cigarra o inverno vai chegar, tenho que guardar comida e aconselho você a fazer o mesmo. Não fique somente a cantar, vá trabalhar!
Cigarrinha: Deixe de ser boboca, dona Formiga, o inverno está longe ainda, eu ainda tenho muito tempo... olha o que não falta é comida... (mostrar uma maça) Vamos cantar!
Narrador: Mas o tempo passou e vejam só! O inverno chegou e com o inverno chegou o frio intenso, a ventania! (colocar o cd da tempestade) E a formiguinha que tanto havia trabalhado foi para a sua casinha, ficar bem quentinha, com alimento, com cobertor... não precisava se preocupar ela havia recebido a recompensa pelo seu árduo trabalho.Já a cigarrinha... coitadinha não havia se preparado para aquele momento e ali no meio da tempestade com frio, com fome e a alegria que ela sentia foi embora. Pobrezinha!
Os outros animaizinhos da floresta a olhavam e diziam assim:
Animaizinhos( crianças do coral): Bem feito quem mandou ela não trabalhar, que morra de fome!
Narrador: Então a cigarrinha pensou que agora não tinha mais jeito para ela, ela estava de fato perdida iria morrer de fome. Ela se arrependeu por não ter ouvido os conselhos da formiguinha. Então a formiguinha de sua casinha viu a cigarra. E ai o que vocês acham que deve ser a atitude da formiguinha condenar ou perdoar, ter misericórdia pela cigarra?
Formiga: Dona Cigarra alimente-se e não faça isso mais de não se esforçar para ajuntar alimentos para o inverno.
Cigarra: Pode deixar dona formiga aprendi a lição a partir de hoje serei trabalhadeira como a senhora, pois foi a sua misericórdia e seu amor que me salvou.Obrigada e me desculpe por ter tratado mal.
(Cigarra e formiga se abraçam)
Formiga: Eu só queria te pedir uma coisa , vamos cantar:
(Musica)
Narrador: E você quer saber a moral desta fábula: não condene perdoe sempre assim como Jesus nos perdoa sempre.

Quer ver mais? Tem ilustrações AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!