14 de jun de 2009

A vida em suas mãos

Conta uma história que uma jovem senhora morava com as suas duas filhas. Elas eram curiosas e inteligentes e sempre faziam muitas perguntas. Algumas a mãe sabia responder, outras não. Em meio a tantas perguntas, ela decidiu levar as meninas para a casa do avô que morava em um sítio próximo à cidade. Este, cercado de tantas perguntas diárias, decidiu levá-las para conversar com um sábio que morava no meio da floresta. O sábio respondia todas as perguntas, sem hesitar, por isso elas resolveram inventar uma pergunta que ele não soubesse responder. A irmã mais velha apareceu com uma linda borboleta azul nas mãos e a menor indagou-lhe: “O que você vai fazer?” Ela respondeu: “Vou esconder esta borboleta em minhas mãos e perguntar a ele se ela está viva ou morta. Se ele disser que está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la. E assim, qualquer resposta que o sábio nos der estará errada!” As duas meninas foram ao encontro dele e a mais velha explicou: “Tenho uma linda borboleta azul em minhas mãos. Diga-me sábio, ela está viva ou morta?” Calmamente, o sábio sorriu e respondeu: “Se ela está em suas mãos, só depende de você!” Assim é a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado porque temos o direito de livre escolha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!