21 de set de 2010

As sete funções do anjo da guarda



Suarez (De Angelis c. VI e XIX) classifica as sete funções do anjo da guarda:

1. Liberta-nos dos perigos que ameaçam nosso corpo ou nossa alma, afasta de nós as causas exteriores ou inspira-nos o pensamento de evitá-las, mesmo quando não suspeitamos dos riscos que representam;

2. Estimula-nos a fazer o bem e a evitar o mal;

3. Detém os demônios, diminui a gravidade de suas tentações e o número dos pensamentos maus que eles inspiram ou as ocasiões de pecado que provocam;

4. Apresenta nossas orações a Deus;

5. Ora por nós;

6. Algumas vezes inflige-nos penas para castigar nossos pecados e nos corrigir, fazendo-nos sentir suas dolorosas consequências, e também para nos dar a ocasião de exercer a virtude e aumentar nossos méritos;

7. No momento de nossa morte, conduzirá nossa alma ao céu, se ela não tiver nenhuma mancha, ou ao purgatório, se precisar passar por ele para purificar-se, e a visitará para consolá-la.


Deus abençoe você!


Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova
(Trecho do livro "Anjos, companheiros no dia a dia" de monsenhor Jonas Abib)

2 comentários:

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!