5 de nov de 2010

O Remédio

Vivia no deserto da Tebaida um velho monge por cujos conselhos se moviam de longes terras os mais avisados peregrinos.

Um dia, vindo de país longínquo, bateu à humilde casa de sua moradia, aos primeiros alvores da manhã, um frade, moço e forte, que lhe disse:
- Irmão, venho pedir-te, em nome de Deus, que me ensineis a fugir às tentações.
Respondeu o venerável monge:
- Outro pedido te farei. Ajuda-me um pouco hoje, e amanhã te ensinarei, pela graça de Deus, o que desejas.
Assim ajustaram.

Vinha rompendo o dia. Entregaram-se ambos à faina de remover a terra. O monge cantava e o frade pôs-se a fazer o mesmo. Tomaram uma refeição. Era frugal. O frade achou-a saborosa. Retornaram, depois, a tarefa e amainaram a terra até o pôr do sol. Jantaram. Terminada a refeição fizeram um pequeno passeio. A seguir oraram juntos, estudaram as Escrituras e deitaram-se depois a dormir.

Pela manhã, perguntou o monge ao seu hóspede:
- Irmão, queres ainda saber como afastar as tentações?
- Não - respondeu-lhe o frade. - Bastante tenho aprendido, mestre.
E, beijando-o respeitosamente, partiu.
Tinha obtido o remédio para afastar todas as tentações: a oração e o trabalho.

A oração é uma das expressões mais íntimas e delicadas da vida piedosa.



(trecho de: O remédio - “Lendas do Céu e da Terra” – Malba Tahan)

2 comentários:

  1. Ola, a paz de Jesus e o amor de Maria!

    Muito interessante a postagem! Enquanto nosso espírito estiver aquecido pela oração e o nosso corpo aquecido pelo trabalho, as moscas da tentação não se sentaram nos pratos de sopa que somos nós.

    Um abraço, Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  2. É isso aí, Adriano!
    Deus te abençoe também, irmão!

    ResponderExcluir

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!