24 de ago de 2009

Imagens na Igreja


"O que a Bíblia é para os que sabem ler, a imagem o é para os iletrados"

S. João Damasceno

Há os que chegam às portas das famílias católicas e com a Bíblia nas mãos afirmam: "Vejam aqui: a Bíblia proíbe imagens, portanto a Igreja Católica é contra a Bíblia." Começando por aí, milhares de famílias foram induzidas a deixar a Igreja Católica. No entanto, a Igreja aprendeu de Deus e copiou da Bíblia o hábito de fazer imagens de anjos e santos. Quem confunde imagens do Deus Vivo e Verdadeiro e dos santos que viveram a fé, com imagens de ídolos, ou de coisas proibidas pela Bíblia para serem adoradas, não sabe distinguir outras coisas também.

A Igreja Catolica nunca ensinou nem mandou adorar a quem quer que seja; mas sempre ensinou em sua doutrina que devemos adorar unicamente a Deus, que é o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Sabemos que as imagens são símbolos apenas para lembrar, nunca foram usadas pela Igreja com a pretensão de querer assemelhá-las a Deus (Isaías 40, 18.45)

"A honra prestada às santas imagens é uma 'veneração respeitosa', não uma adoração, pois esta convém unicamente a Deus".
Catecismo da Igreja Católica (CIC)

Na Bíblia há uma grande diferença entre ídolo e imagem:

Deus condenou os ídolos: (Êxodo 32, 1-9; 20, 3-4) - ídolo é tudo aquilo que toma o lugar de Deus em nossas vidas. Assim, os ídolos de hoje são o poder, o prazer, as riquezas... (Efésios 5,5)

Deus mandou que o povo fabricasse imagens: (Êxodo 25, 17-22; 37, 7-9; 1Reis 7, 36; 1Crônicas 28, 18-19; 2Crônicas 3, 10 - 4,5) e falava-lhes do meio delas. O templo de Deus construído ricamente pelo rei Salomão, estava cheio de imagens de esculturas e o Senhor se manifestou nesse templo e o encheu de sua glória (Ezequiel 41, 17-20). Nesse templo havia até imagens gigantes 1Reis 6, 23-35; 2Crônicas 3, 10-14).

Isso quer dizer que Deus se contradiz? Não. Mas porque os judeus estavam cercados por povos que prestavam culto de adoração a falsos deuses (ídolos) e para que os judeus evitassem fazer o mesmo, Deus proibiu o povo de fazer imagens. mas quando o perigo de adorar "deuses alheios" não existia mais, então Deus mandou fazer imagens. Em Números 21, 4-9 vimos que Deus mandou que Moisés fizesse uma serpente de bronze e quem olhasse para a serpente era salvo da morte, e Jesus reconheceu o valor simbólico dessa imagem que era uma prefiguração da sua morte na cruz (João 3, 14-15).

Respeitamos fotografias de nossos familiares e de pessoas queridas nossas, pois bem, se podemos ter fotografias das pessoas que são importantes para nós, a Igreja Católica também tem o direito de ter imagens de qualquer pessoa que viveu neste mundo sendo fiel a Cristo, à Igreja e ao Evangelho. Com isso prestamo-lhes nossa homenagem, nossa gratidão, nossa veneração, por serem para nós um exemplo de vida e santidade. A imagem transcreve a mensagem evangélica que a Sagrada Escritura transmite pela palavra. As imagens nos lembram os preceitos de Deus (Sabedoria 16, 5-7)

Nós católicos continuaremos a adorar unicamente ao nosso Deus, nosso Criador e Senhor, e a amar e imitar nossos santos, nossos modelos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!