26 de nov de 2008

A Ceia de Natal

A Ceia de Natal é a mais bela tradição do Natal. Nela está o belo sentido do Natal. O povo de Deus do Antigo Testamento reunia-se cada ano na ceia pascal para lembrar e comemorar a passagem de Deus no Egito, para libertá-lo da escravidão. Da mesma forma, nós, povo de Deus do Novo Testamento, nos reunimos para lembrar e receber a passagem de Cristo entre nós, iniciada no dia de Natal, para libertar-nos da escravidão do pecado. É uma ceia festiva de gente salva.
A ceia representa, ainda, a Santa Ceia, onde Cristo reuniu os doze apóstolos e com eles ceou. Nesta ceia o pão e o vinho foram mudados em corpo e sangue. Foi ali que Cristo nos deixou a missa e a comunhão. No Natal os cristãos continuam a reunir-se na mesa da comunhão para receber Cristo que quer renascer em cada um.

No centro da mesa da ceia, coloca-se uma vela acesa, enfeitada. Representa Cristo, o centro da nossa vida, a luz da nossa fé e o calor do nosso amor.

No Natal, a primeira ceia deve ser a COMUNHÃO. Toda família deve reunir-se, primeiro, para receber o Cristo que vem, na comunhão; reúne-se ao redor da mesa da ceia para festejar a recepção e a vinda de Jesus Salvador.



CASTANHAS E NOZES
Encontramos no Natal as castanhas e as nozes. São símbolos de humildade. Assim como em suas cascas duras e feias escondem fruto saboroso, assim também, sob frágeis aparências de uma criança se esconde o Deus feito homem, humilde, mas todo poderoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!