5 de fev de 2016

G.O.C. Tema: Santidade/obras de misericórdia corporais

Responsável: Daniela Lopes - Uberlândia/MG

Acolhida: (usar imagem de Jesus com as crianças) Boa noite! Eu estava esperando vocês. Como passaram essa semana. Quem já começou as aulas? E quem está com ansiedade e medo desse dia? Tenho uma noticia linda. Não era só eu que esperava vocês. Sabem quem estava esperando vocês? Jesus (mostrar a imagem) Ele hoje nos convida a colocar tudo aqui nos pés dele: nossa escola, nossa nova professora, nossa casa, nossos irmãozinhos... tudo que quisermos. Ele vai cuidar de tudo por nós. Para que seja o melhor. Também quer nos abraçar e derramar seu amor por nós. Você quer? Então vá apresentando pra Jesus. Senhor quero te apresentar minha vida, meus medos, minha escola... (deixe cada criança ir fazendo sua oração)... Agora vamos juntos rezar? Pai nosso que estais no céu... Amém.

Louvor: Esse nosso Deus é mesmo amoroso né? É amigo, é Pai, é misericórdia... O que Ele é pra você? (Deixa elas falarem). Vamos louvar a Deus então pelo que Ele é pra nós? Incentivar o louvor e terminar com uma canção bem animada.

Efusão: (levar uma bonequinha de Maria ou uma imagem) Quem aqui conhece essa mulher? Quem é ela? Quem sabe alguma coisa dela? (deixe elas falarem) Maria teve uma vida fácil? Não. Ela foi santa? Ela perdoou quem a ofendeu? Vocês sabem por que ela conseguiu ser santa e perdoar os que feriram ela e seu filho? Porque ela estava sempre cheia do Espírito Santo de Deus. O Espírito de Deus a orientava e ensinava o que ela devia fazer. Vamos hoje pedir que Deus derrame sobre nós esse Espírito para nos ensinar também como agir nessa semana? Conduzir a oração e efusão.


Pregação: (História de São Francisco de Assis com ênfase nas obras de misericórdia corporais. Essa é uma história de humildade, caridade e amor ao próximo. Procure contá-la às crianças de forma simples e clara, com muita empolgação. Leve um boneco de São Francisco, animais, baú de tesouros e o que puder para ir ilustrando a história).

Giovani de Pietri era um jovem miudinho e fraco, porém muito rico e que morava na França. Seu pai tinha tantas riquezas que poderia dar-lhe tudo o que ele quisesse, vídeo game, carros, até um helicóptero, mas esse jovem não era feliz. Ele sentia uma enorme tristeza em seu coração vendo tanta gente passando fome em sua volta. Foi então que começou a dar aos outros um pouco do que tinha. (entrar com as obras de misericórdia corporais). Ele dava pão a quem tinha fome, pegava suas roupas e dividia com quem estava nu. Abraçava e acolhia o estrangeiro. Ele rezava pela pessoas vivas e mortas. Ele conversava, aconselhava e perdoava a quem o ofendia.

Seu pai ficou furioso! Achou que ele tava maluquinho, doido, completamente pirado! Ele não entendeu o quanto fazia bem a Giovani ajudar os outros. Aí, ele resolveu sair de casa para poder ficar perto de quem precisava dele. Foi então que Giovani rompendo com seu pai rasgou todas as suas vestes e partiu da casa de seu pai, sem dinheiro, sem roupas, sem nada. Ele decidiu pelo voto de pobreza e se ofereceu como servo do próximo.

As pessoas começaram a chamá-lo de Francisco que quer dizer pequeno francês e o sobrenome Assis veio por causa da cidade onde morava. Então Giovani de Pietri passou a ser conhecido como São Francisco de Assis. A partir deste dia Francisco decidiu que viveria em função dos irmãos, deram a ele uma veste de saco e um cordão que seria preso na cintura. Neste cordão há três nós que simbolizam castidade, obediência e pobreza. Castidade significa pureza nos pensamentos e ações com seu corpo e o do outro, vivendo em união somente com Deus; obediência para servir a Deus, fazendo todas as vontades Dele e pobreza significa só ter o que for necessário.

E assim São Francisco viveu com uma fé fervorosa, confiando sempre em Deus. Como prova do amor de Deus por Francisco, chagas como as de Jesus apareceram em suas mãos e pés. Por fim São Francisco ainda ficou conhecido como o protetor dos animais ele conta que tudo começou assim: “eu estava fazendo uma palestra sobre o amor de Deus num lugar onde tinha um montão de pombinhas. Mas elas faziam tanto barulho que ninguém escutava o que eu falava. Aí eu me virei para elas e disse:

- Queridas pombinhas, eu sei que vocês já conhecem o amor maravilhoso de Deus por nós e fazem festa por isso, mas estas pessoas também gostariam de conhecer e sentir o amor de Deus. Eu poderia pedir que vocês se acalmassem só por um tempinho? 

Então, elas pararam de fazer barulho e as pessoas conseguiram ouvir sobre o amor de Deus”. Essa é só uma das histórias dele com animais tem muito mais. Com peixes, jumentinhos... hum... mas essas vão ficar pra outro dia. São Francisco de Assis se dedicou a amar e acolher o próximo servindo a Deus e sendo obediente a Ele. Nós hoje também somos convidados a seguir Jesus dentro de nossas casas, na escola e em todos os lugares onde estivermos. Somos convidados a também exercer as obras de misericórdia. Nós não precisamos sair de casa e deixar tudo para trás como Ele fez, mas podemos dividir o que temos. Dar as roupas que não nos servem mais para quem precisa, levar alimento a quem tem fome, levar a palavra de Deus... Semana que vem as aulas vão começar, podemos e devemos acolher os coleguinhas, principalmente aqueles que não conhecemos. E por que devemos fazer isso? Por que isso nos ajuda a alcançar o Céu. Devemos ser santos como Jesus foi. Como São Francisco foi e tantos outros santos. Aceitas o convite?

Atividade: colorir e fazer um fantoche de vareta para que todos contem a história em casa.





Para colorir:




2 comentários:

  1. ola eu so aline e queria que vcs postacem como fazer oraçao em linguas com as crianças

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline! Para umas coisas existe técnica, existe passo a passo, para outras só a inspiração de Deus! Ore com as crianças pedindo o batismo, a efusão do Espírito Santo. A oração em línguas não é um sinal de que receberam esse batismo, ela é somente um dos carismas.

    ResponderExcluir

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!