9 de dez de 2014

SUGESTÃO DE GRUPINHO DE ORAÇÃO - Dezembro 2014

TEMA: Sagrada Família
RESPONSÁVEL: Daniela Pereira Lopes
REFLEXÃO PARA OS COORDENADORES DO ENCONTRO: Falaremos nesta semana da sagrada Família (Jesus, Maria e José). Mostraremos ás crianças a importância de termos uma família, mesmo que ela seja de avós, tios, pais adotivos... O importante é que a criança seja criada em um lar.

ACOLHIDA E ORAÇÃO INICIAL: Acolher as crianças com alegria: “Seja bem vinda, que a Sagrada Família te abençoe e á sua família.” Na alegria de termos uma família também no céu, é que iniciamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.
Após a acolhida pode-se cantar a música Oração pela família (Pe. Zezinho). As crianças maiores podem refletir cada estrofe da música. Dar um pequeno tempo para que elas comentem sobre a estrofe ou verso que mais chama a atenção de cada uma explicar o por que. Para os menores sugerimos ler a música pausadamente para que elas entendam. Pode-se também escrever pequenos trechos em folhas de papel, sortear e deixar que cada criança comente uma frase. Se preferir pode usar isso como dinâmica do dia ou fazer essa atividade após a leitura bíblica. Em roda coloque os papéis dentro de uma caixinha e vá passando de mão em mão cantando assim: Caixinha que passa, passa, caixinha que já passou; quem fica com a caixinha explica a música que pegou.
Durante a reflexão da música lembrar das crianças que não tem família e convidar ás que estão no grupinho a orarem por elas. Pode-se fazer uma oração espontânea pedindo a Sagrada Família que abençoe e ilumine a cada criança sem família, para que encontre uma que as ame e proteja. Pode-se também rezar o terço do coroinha.As 12 Ave-Marias por cada ano da infância do menino Jesus (Ave-Maria é uma oração fazemos também a nossa Mãe), incentivando as crianças á agradecerem ou fazerem pedidos pelas suas famílias. Ou ainda pode-se rezar o terço a São José (Nas contas maiores – São José em vossa aflição e tribulação o anjo não vos valeu?Valei-me São José. Nas contas menores – São José, valei-me.).

EFUSÃO: Pedindo a intercessão de Maria que recebeu primeiro o Espirito Santo vamos também nos colocar a disposição do Espirito de Deus. Se quiser pode mostrar a figura de Maria grávida e estimular a efusão a partir da figura.

LEITURA SUGERIDA: Lc 1, 26-38. Explicar resumidamente como José recebeu a notícia que Maria estava grávida do filho de Deus que seria o Salvador. E como ele deu seu sim aceitando ser o pai adotivo de Jesus.
Lc 2, 3-7. Estava completa assim a Família Sagrada: pai, mãe e filho. Maria Santa por ser mãe do nosso Salvador e nossa mãe; José Santo por ter acolhido Jesus por filho e Jesus filho do Pai que aceitou ser o cordeiro que desceu dos céus para morrer e nos salvar.

PREGAÇÃO
Contar em forma de teatro, ou encenação, ou com auxílio de fantoches, gravuras, fantoches de varetas a história da família de Jesus.Pode-se convidar uma pessoa de fora para vestir-se de vovozinha e contar a história para as crianças.O importante é mostrar que Jesus teve pai, mãe, avó, avô e que nós devemos nos espelhar nesta família. “Maria era filha de Joaquim e Ana, prometida em casamento a José; um homem bem mais velho que ela, carpinteiro e modelo de virtudes. Apesar de descenderem de Davi eram pessoas pobres, simples e humildes. José e Maria passavam á história não por títulos de nobreza, nem por poder, nem por riquezas, mas, por sua capacidade de se tornarem disponíveis ao plano de Deus. Maria, coloca-se aberta á vontade do Pai, dando seu sim com fé e confiança para um projeto que ela não conseguia imaginar; mas, como provinha de Deus, era uma proposta boa e confiável. José também deu seu sim ao receber Maria como esposa mesmo contra as aparências, confiando na força do Espírito Santo e colocando-se na linguagem do profeta Izaías como um “barro nas mão do pleiro”; ou seja, tornando-se aberto e disponível ao chamado que o Pai fazia a ele. Com a chegada de Jesus, forma-se então a Sagrada Família onde se destacam a presença de Deus (Cristo com eles), a disponibilidade de Maria, a fé de José, a vontade de todos em fazer a vontade de Deus. A família em nossos dias também é chamada a filiar-se seguindo o exemplo de Maria e José, para, dessa forma poder abrigar a Cristo em suas paredes e em seus corações.” Que as mães se espelhem em Maria, que os pais se espelhem em José e que os filhos se espelhem em Jesus (Pode-se levar as crianças a refletir se elas estão parecidas com o menino Jesus em graça, sabedoria, obediência, alegria, serviço...).

LOUVOR: Vamos louvar pela nossa família? Fazer um fantoche de varetas com o desenho de uma família e ir passando de mão em mão para que cada criança agradeça a Deus por sua família.

ATIVIDADE SUGERIDA
Pode-se levar um desenho da Sagrada Família para as crianças colorirem ou pedir para que elas desenhem a Sagrada Família.
Pedir que desenhem sua família ao lado da sagrada família. Os maiores podem fazer uma oração escrita embaixo do desenho.



ORAÇÃO FINAL: Ef 2,19. Todos nós somos membros da família de Deus. Vamos na paz da Sagrada Família e que esta paz se faça também em nossas casas. Estivemos e permaneceremos unidos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

MENSAGEM FINAL

“Estamos encerrando mais um ano de evangelização. Mais um ano combatemos o bom combate e cumprimos nossa missão evangelizadora. Que o menino Jesus te abençoe e derrame bênçãos sobre sua vida. Que 2015 chegue cheio de alegria e entusiasmo. Deus abençoe sua casa. Obrigada por ser nosso amigo e amigo de Deus. Quem encontra um amigo, encontra um tesouro.”
Um abraço fraterno


Equipe nacional do Ministério Para as Crianças  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!