24 de fev de 2012

Apascenta minhas ovelhinhas!

Quando Jesus chamou Pedro pela primeira vez para participar do seu ministério, ele o convidou para pescar homens, para ser um pescador. Depois de Pedro andar e aprender com Jesus, o convite foi reformulado: “Pedro, você me ama? “Apascenta as minhas ovelhas”.
Apascentar ovelhas não é tarefa fácil. Exige sacrifícios, exige renúncia, ovelha é um animal que dá muito trabalho e o pastor de ovelhas deve dar até a sua própria vida por elas. Cuidar de crianças não é tarefa fácil. Mas quem ama Jesus entende que deve aceitar o seu convite e apascentá-las.
Certo homem, no oriente, adquiriu uma propriedade e começou a cultivar a terra. Vendo que ela era pouco produtiva, decidiu iniciar uma criação de ovelhas e no final de um ano o rebanho havia crescido tanto que os currais ficaram pequenos e todos os membros da família tiveram que se envolver na tarefa de pastorear o rebanho.
Por aquela ocasião, um grande pregador chegou à cidade e toda a família decidiu assistir ao famoso conferencista. Ele usou como tema de sua mensagem: “Jesus, o Bom Pastor”. A garotinha, filha do fazendeiro, compreendeu direitinho a mensagem, melhor do que muita gente adulta. Sentiu-se muito feliz ao ser comparada a uma ovelhinha perto do bom pastor.
Quando o pregador perguntou:
– Quem aqui nesse auditório deseja se tornar uma ovelha de Jesus, o Bom Pastor?
A garotinha prontamente se levantou, porém o pai a segurou e disse firmemente:
– Isso é só para gente grande.
Desapontada, a menina sentou-se. No outro dia à tarde, quando todos estavam cuidando do rebanho, formou-se um grande temporal. Enquanto os irmãos conduziam o grande rebanho para o curral, o pai pediu ajuda a filhinha para levar as ovelhas mães com suas ovelhinhas para o curral. A menina ficou no portão e com uma varinha deixava passar as grandes e desviava as pequeninas.
Quando o pai percebeu, gritou para a garotinha:
– Filha, não atrapalhe a entrada das ovelhinhas, senão elas vão morrer fora do curral!
– Elas são pequenas, não precisam ser salvas. Isso é só para as ovelhas grandes – respondeu a garotinha.
Foi então que o pai entendeu o seu erro.

“Assim, também, não é VONTADE de vosso Pai que está nos céus,
que um destes pequeninos se perca”. Mateus 18, 14

2 comentários:

  1. Tia Paula, seu blog é uma lindeza e vc é a ovelhinha predileta de Jesus. Parabéns! Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tia Paula! Nós somos verdadeiramente as ovelhas do Bom Pastor.
    Estou me tornando membro do seu blog aproveito para te convidar a fazer uma visitinha no meu blog.
    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!