11 de set de 2009

Assuma o que é seu; o que Deus lhe deu!

Muitas vezes, somos enganados pelo inimigo de Deus e pela nossa consciência, a qual nos faz viver uma falsa “autopiedade”. Vivemos reclamando da vida em meio aos pequenos problemas diários, diminuindo-nos e negando os dons que o próprio Senhor nos deu e dá.

Não é diferente para os que seguem e servem a Cristo. Todos nós, membros de congregações, Comunidades Novas e da Renovação Carismática Católica, entre outros, por vezes, deixamos de assumir a experiência do encontro pessoal com Cristo e da efusão do Espírito Santo. Ficamos aguardando “grandes” manifestações enquanto que os detalhes da evangelização vão se perdendo.

No início da sua Primeira Carta aos Coríntios, São Paulo nos diz: “Paulo, chamado a ser apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus [...]” e ainda “Nele fostes ricamente contemplados com todos os dons, com os da palavra e os da ciência […]. “Assim, enquanto aguardais a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo, não vos falta dom algum” (I Coríntios 1, 1.5.7).

Hoje, o meu convite a você, meu irmão e irmã, é assumir que a escolha é de Deus, é graça de Deus. Assim como você nasceu com essa cor de olhos, esse estilo de cabelo, essa altura, etc., o Senhor também lhe deu características espirituais, que são presentes. Tenho aprendido que a profecia só se cumpre na vida de alguém quando essa pessoa a assume e corre atrás dela.

Se você, ministro do Senhor, depara com o sentimento de incapacidade ou de indignidade, eu quero lhe dizer: de fato, você é incapaz e indigno por si só, mas, quando há o chamado, é o Senhor quem o capacita e utiliza instrumentos frágeis para demonstrar Seu poder.

Independentemente do que você faz na sua comunidade paroquial, saiba que o seu seguimento é vontade do Todo-poderoso, sim! Deus quis e quer, então, assuma! Se você já recebeu a efusão do Espírito Santo, você é portador de todos os dons. Claro que um ou outro se manifestam com mais facilidade, mas sabemos que assim como os dons naturais são aperfeiçoados à medida que os praticamos (tocar violão, pintar, etc), o mesmo acontece com os dons espirituais. Portanto: Assuma-os!Assuma o que é seu, o que Deus lhe deu, pois “o chamado e os dons de Deus são irrevogáveis” (Romanos 11,29). Como diz uma linda canção “abraça o que é teu, permanece fiel, luta sem desanimar!”Eu assumo. E você?!

Com orações,

Seu irmão,

Emanuel Stênio

Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!