4 de set de 2014

Quatro coisas necessárias para fazer-se bem o Sinal da Cruz

Quatro coisas são necessárias para fazer-se bem o Sinal da Cruz:
"— Respeito, atenção, confiança e devoção. —"

RESPEITO. Muito grande é o respeito que devemos ao Sinal da Cruz porque é ele um ato de Religião e ato quatro vezes venerável, a saber:
1.º – pela origem;
2.º – pela antiguidade;
3.º – pelo uso que fizeram dele os Apóstolos, os Mártires, os Católicos da primitiva Igreja e de todos os séculos, representantes do que havia de maior e mais santo no Mundo.
4.º – pela glória com que há-de brilhar no último dia, ao anunciar a chegada do Juiz Soberano.
Aparecerá então no ar, a Cruz, cintilante de luz, e se colocará ao lado do Tribunal Supremo, consolando os Justos e confundindo os pecadores.

ATENÇÃO. Sem a devida atenção o Sinal Redentor não passará de um movimento maquinal. Quase sempre inútil quem assim o praticar, fica sendo um procedimento injurioso àquele Cuja Majestade, Amor e Benefício o Sagrado Sinal faz recordar.

CONFIANÇA. Fundada na prática da Igreja, no testemunho dos séculos e nos efeitos maravilhosos que ele produz, nossa confiança no Sinal da Cruz deve ser filial, viva, forte.
Temível ao demônio, é ele o sinal libertador do Homem e do mundo.

DEVOÇÃO. Praticando o Sinal da Cruz o que é que faço?
Declaro-me discípulo, irmão, amigo e filho de um Deus crucificado.
Mas, se o coração discordar dos lábios, se o exterior não estiver de acordo com o íntimo não há devoção. E então minto a Deus, minto ao mundo, minto a mim mesmo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a paz do Menininho Jesus esteja em coração! Obrigada pela visita e pelo seu comentário!

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!