30 de nov de 2016

Alfabeto do Natal



A. Árvore de Natal: A árvore é símbolo da vida e representa a figura do próprio Cristo que é vida para toda a humanidade. Normalmente, é um pinheiro com adornos e luzes.

B. Belém: Cidade a sete quilômetros de Jerusalém onde Maria de Nazaré, tendo acompanhado José, descendente de David, que ali foi recensear-se, deu à luz o Filho de Deus.

B. Bolo Rei: Bolo tradicional que se come por altura do Natal até ao Dia de Reis. De forma arredondada, parece uma coroa repleta de frutos secos e cristalizados.

C. Ceia de Natal: É a refeição mais tradicional e mágica do ano, onde as famílias se juntam em alegre convívio ao redor da mesa, repleta de iguarias próprias da época.

D. Data: Não se sabe ao certo a dia do nascimento de Jesus. Os romanos celebravam no dia 25 de Dezembro o Sol e os cristãos passaram a celebrar neste dia o novo Sol: Jesus.

E. Estrela de Natal: Lembra a estrela que guiou os Reis Magos a caminho de Belém. É o símbolo de Cristo, luz do mundo. Costuma ser colocada no alto da árvore de Natal.

F. Família: Na época do Natal, o espírito de família biológica e universal ganha uma dimensão especial, pois todos se sentem mais unidos e os sentimentos falam mais alto.

G. Gabriel: Nome do anjo que anunciou a Maria de Nazaré que Deus a convidava a ser a mãe do Messias, o filho de Deus. Costuma estar representado no presépio.

H. História: Jesus foi um personagem histórico real. Não é uma lenda ou uma invenção de alguém. Deus nasce na história dos homens e no tempo humano através do seu Filho.

I. Iluminação: Porque o tempo de Natal é festivo, tudo se enche de alegres e coloridas luzinhas que piscam nas ornamentações públicas e nas árvores de Natal de cada casa.

J. Jesus: Natal significa nascimento. Trata-se da celebração do nascimento de Jesus, o Filho de Deus, que assume a condição humana para salvar e redimir a humanidade.

L. Luz: A partir do solstício de Inverno, os dias começam a crescer e há mais luz. A luz é o próprio menino de Belém que vem iluminar as nossas trevas e oferecer vida nova.

M. Missa do galo: Tradicionalmente, pela meia-noite, os cristãos juntam-se como uma só família em Eucaristia para celebrar o nascimento do menino Jesus.

N. Nicolau: Nome do santo, nascido em 260 que era muito amigo das crianças e dava-lhes presentes. Inspirou a figura do Pai Natal, de barbas brancas e vestido de vermelho.

O. Oferendas: Tradicionalmente, nesta época trocam-se presentes e há maior espírito de partilha e solidariedade. O Aniversariante é o presente de Deus à humanidade.

P. Pastores: Viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite. desprezados pelo judaísmo por serem impuros, foram escolhidos por Deus para serem os primeiros a receber a notícia do nascimento de Jesus.

P. Presépio: Representação do estábulo onde nasceu Jesus. Tradicionalmente, ali estão o Menino numa manjedoura, Maria e José, o burro e o boi, anjos, pastores e os magos. 

Q. Quadra: A época do Natal é tão importante que é preparada no Advento e continua nos dias ou semanas seguintes, com a comemoração dos Reis e o cantar das Janeiras.

R. Reis Magos: Diz a tradição que três reis magos, Belchior, Gaspar e Baltasar, foram ao presépio visitar o Menino Jesus e ofereceram-lhe ouro, incenso e mirra.

S. Sinos: Os sinos, com sons agradáveis e melodiosos, transmitem mensagens de alegria e festa, pois nasceu o Salvador. Tocam nas igrejas e, os mais pequeninos, nas casas.

T. Tradições: A época do Natal está cheia de tradições bonitas: presentes, cartões de boas festas, iluminação de ruas e casas, melodias suaves, doçaria característica, etc.

U. União: A encarnação humana do Filho de Deus transcendente é um convite à união e reconciliação dos povos entre si e de cada pessoa com Deus que nos ama e vem até nós.

V. Velas: As velas representam a fé e a vida e são a expressão da luz de Cristo. A vela invoca o ambiente festivo do aniversário do nascimento de Jesus. Ele está de parabéns.

X. Xilofone: Instrumento musical que pode simbolizar as melodias de Natal que se ouvem nos media, nas ruas e nas lojas e são uma expressão singela do espírito da época.

Z. Zero: Cristo foi tão importante para a humanidade que o seu nascimento passou a ser um marco cronológico: ano 0. A história acontece antes de Cristo ou depois de Cristo.

(Texto do ‘Guia Prático do Cristianismo’, Edições Salesianas)

29 de nov de 2016

Sugestão de Grupinho de Oração - Tema: Advento

ENVIADO POR: Daniela Pereira Lopes - Uberlândia/MG
REFLEXÃO PARA O EVANGELIZADOR: Que bom que nosso ano está chegando ao fim. É tempo de repensarmos nossa vida, de repensarmos nossa caminhada e depositarmos no colo de Jesus. É tempo de espera daquele que há de vir. É tempo de advento. Devemos renovar nossas esperanças em Cristo Jesus. Vamos incendiar nosso grupinho com o fogo do Espírito Santo, vamos fazer nosso coração desejar ardentemente pelo Menininho Jesus?
ACOLHIDA: Acolha as crianças com amor e alegria. Cante músicas alegres. Reze uma Ave Maria e um Pai Nosso com gestos. Apresente cada criança ao coração de Jesus para que elas tenham um coração semelhante ao dele.
EFUSÃO: Mostre às crianças a figura de Maria e do Espírito Santo. Vocês sabiam que Maria foi visitada por um anjo? E ela ficou grávida do Menino Jesus por meio do Espírito Santo de Deus. Maria foi a primeira mulher cheia desse Espírito. A vida dela mudou? Sim. Ele viveu em meio a uma comunidade. Quem aqui gostaria, a exemplo de Maria, ficar cheio do Espírito Santo? Vamos então pedir que Deus derrame sobre nós esse Espírito e nos encha com seu amor, sua paz....
PREGAÇÃO: Oi, amiguinhos que bom que já chegaram, que bom que vieram! Vocês estão felizes? Já sei, é por que o ano está acabando e vai começar logo, logo as férias, acertei? O que está chegando? O Natal. O que a gente celebra no Natal? O nascimento de Jesus. Quem está doidinho pra esse dia chegar logo? Eu também. Vocês sabiam que esse tempo de expectativa e de espera do Natal é importante? Tem até um nome especial: é advento, que significa espera por Jesus que vai chegar. Na vida de Jesus nesta época Ele estava no ventre de Maria e era bem pequenino. Como será que Ele estava? Bem quentinho, protegido. Era parecido como esse bebezinho aqui. (monte um feto de massinha para as crianças tocarem). Olha, gente! Ele já tinha mãozinha, pezinho, o coração já batia! Como Jesus, nós também já fomos pequenininhos assim. Para muitos de nós a mamãe cantava, contava histórias e será que a gente ouve dentro da barriga da mamãe? O que vocês sabem sobre isso? (deixe que eles contem para poder serem curados nessa fase da vida). Esse mesmo Menininho Jesus quer nascer de novo. Você tem uma casinha pra ele? Onde? E essa casinha está limpinha? Como você vai preparar para acolhê-lo. Naquela época as pessoas não deixaram Jesus nascer em suas casas e Ele nasceu num curral, o bercinho dele foi uma manjedoura (mostrar imagem do presépio). Hoje ele quer nascer no seu coração, você deixa? Para isso temos que prepará-lo. Sabem como? Nos mantendo firmes na oração e tirando todo o pecado de dentro dele. Vamos contar pra Jesus que hoje nós tomamos a decisão de deixar Ele morar em nós? Conduzir um momento de oração convidando Jesus para nascer.: Jesus aqui sou eu ........... (falar o nome), eu quero te apresentar meu coração como morada. Eis aqui tua casinha. Ela ainda está suja, Senhor, mas quero me comprometer a arrumá-la para te esperar. Quero muito que o Senhor me escolha e nasça em meu coração. Amém

Atividade para o 3º Domingo do Advento - Ano A

Tradução: Tia Paula


Atividade para o 2º Domingo do Advento - Ano A

Tradução: Tia Paula


24 de nov de 2016

É permitido fazer correntes de oração?


Algumas "correntes de oração" são inspiradas por uma mentalidade pagã, na qual a vontade humana detém a prioridade absoluta. Jesus Cristo, ao contrário, ensina-nos que a verdadeira oração é feita não para mudar a vontade de Deus, mas a nossa. 
Entenda a diferença entre as "correntes" supersticiosas que circulam na Internet e a autêntica oração cristã.
As conhecidas “correntes de oração" – em que as pessoas pedem que se propague a devoção a um santo, sob a pena de maldição e desgraças – saíram dos bancos das igrejas e estão nos meios eletrônicos. Ainda que se admita, benevolamente, que essa iniciativa possa ter nascido com boa intenção – a de fazer crescer o amor a determinado santo –, o que se encontra em boa parte dessas correntes é uma realidade chamada superstição.
Superstição vem do latim superstitio, que quer dizer: remanescente, algo que sobrou. O mundo antigo foi evangelizado pelo Cristianismo, mas, infelizmente, em muitos lugares, ficaram resquícios da antiga religião, do paganismo. A superstição é isto: restos de mentalidade pagã na vida de pessoas já convertidas.
O Catecismo da Igreja Católica diz que esse pecado contra a virtude da religião acontece quando se atribui “eficácia exclusivamente à materialidade das orações ou dos sinais sacramentais, sem levar em conta as disposições interiores que elas exigem" [1]. Quando, por exemplo, um fiel, ao invés de converter-se e abandonar o pecado, acredita que vai se salvar porque usa o escapulário do Carmo, está pondo sua esperança na “materialidade" desta devoção, ao invés de assumir as “disposições interiores" que ela exige.
Do mesmo modo, quando se encontra, no banco de uma igreja, papéis lançando maldições caso cópias daquela oração não forem feitas e distribuídas em várias igrejas, não se deve temer. Esses tipos de ameaça certamente não têm lugar na verdadeira religião cristã. Os santos não precisam desse tipo de propaganda negativa para terem sua fama espalhada entre as pessoas.
É claro que é importante propagar a devoção e o amor aos santos: desse modo, eles podem ser conhecidos e invocados pelas pessoas, além de atuar como suas benfeitoras, do Céu, onde se encontram. Entretanto, essa propaganda não deve ser feita de modo supersticioso. As orações que fazemos devem comportar uma disposição em fazer a vontade de Deus. Quando Jesus nos ensinou a rezar, Ele disse: “seja feita a Vossa vontade", isto é, a divina, não a nossa.
No frontispício de uma dessas correntes de oração dedicadas a São Judas Tadeu, encontrava-se a seguinte absurdidade: “Eu quero, eu posso, eu faço, eu consigo". O verdadeiro Cristianismo não é assim: para que nossas orações sejam atendidas, é preciso que as conformemos à vontade de Deus; que o nosso coração deseje tão somente aquilo que Ele, desde toda a eternidade, quer nos conceder.

Referências

  1. Catecismo da Igreja Católica, 2111

20 de nov de 2016

Máscaras para o Natal



Achei neste site máscaras pra usarmos com as crianças no Natal. Dá pra fazer um presépio vivo ou uma encenação do nascimento de Jesus!

Tudo que precisamos fazer é imprimir, recortar e colar em varetas. Se optarmos pela versão preto e branco, é necessário colorir antes de recortar. Se tiver possibilidade, podemos plastificar em uma papelaria ou com papel adesivo transparente (Contact).

Clique para baixar e imprimir:

MÁSCARAS COLORIDAS



16 de nov de 2016

Tema RCC 2017 infantil


O Leonan Faro, do site Amiguinhos de Deus, sempre nos presenteia com a arte do ano adaptada para crianças! Linda, não é?!! Essa não é uma imagem "oficial" do Ministério para Crianças, mas podemos utilizá-la nas nossas evangelizações.

ATENÇÃO!!!
Respeite os direitos autorais!

📢 - O autor disponibilizou esta ilustração para download, o arquivo encontra-se o formato .PSD 
- Seu uso é livre, para fazer cartazes, banners, etc., ficando vetada toda e qualquer forma de comercialização da mesma. 
- Em publicações na internet (sites, blogs, redes sociais) que seja citado a fonte e o autor. 
 CLIQUE AQUI para baixar.




10 de nov de 2016

Querigma das Cores


Mobilização Nacional de Oração - Novembro 2016


Não deixe o seu estado de fora. A cruz que carrega o fogo de Deus já foi plantada aí na sua terra. Seu solo é solo santo! Coordenadores estaduais, convoquem seus coordenadores diocesanos, passe essa chama! Coordenadores diocesanos, convoquem os regionais! Os regionais convoquem os servos de cada Grupo de Oração Infantil e assim todos nós faremos mais uma vez 24 horas de oração pela Renovação Carismática Católica, pelo Ministério para Crianças e pelas crianças!

COMO REZAR?
- Terço Bizantino do Evangelizador
- Ciclo Carismático
- Intercessão profética pelas intenções
- Terço da Misericórdia
- Oração que nos ensina Elena Guerra: “Senhor, faz que eu fale, agindo conforme teu Espírito: que as minhas palavras te glorifiquem e sejam úteis ao bem espiritual do meu próximo. Amém!”

No dia 13 encaminhem para o e-mail do seu coordenador(a) diocesano/estadual ou diretamente para o e-mail: paula_generoso@yahoo.com.br, faremos um único relatório do dia da Mobilização e encaminharemos para o núcleo nacional do Ministério.

INTENÇÕES DO MÊS DE NOVEMBRO:

1) Pelo amadurecimento, santidade e fidelidade dos servos a Deus e ao Ministério para Crianças
2) Pela Renovação Carismática Católica do Brasil e todos seus projetos (Veja as intenções no site da RCC Brasil) http://www.rccbrasil.org.br/espiritualidade-e-formacao/intercessao.html
3) Pelas crianças de todo Brasil e do mundo, principalmente as que vivem nos países em guerra
4) Para que os Projetos do Ministério para Crianças sejam implantados em todas as dioceses, em especial o Projeto Plantar e Colher.
5) Para que a meta de um Grupo de Oração Infantil em cada Grupo de Oração até o final de 2016 seja alcançada
                    
HORÁRIOS DE CADA ESTADO NO MÊS DE NOVEMBRO:

HORÁRIO DE BRASÍLIA
ESTADO (S)
0h às 1h
Bahia
1h às 2h
Ceará
2h às 3h
Distrito Federal
3h às 4h
Espírito Santo
4h às 5h
Goiás
5h às 6h
Maranhão
6h às 7h
Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
7h às 8h
Minas Gerais
8h às 9h
Pará
9h às 10h
Paraíba
10h às 11h
Paraná
11h às 12h
Pernambuco
12h às 13h
Piauí
13h às 14h
Rio de Janeiro
14h às 15h
Rio Grande do Norte
15h às 16h
Rio Grande do Sul
16h às 17h
Rondônia e Roraima
17h às 18h
Santa Catarina
18h às 19h
São Paulo
19h às 20h
Sergipe e Tocantins
20h às 21h
Acre
21h às 22h
Alagoas
22h às 23h
Amapá
23h às 24h
Amazonas

1 de nov de 2016

Pequena Ladainha de Santos e Santa para Crianças

FONTE AMIGOS DO CÉU


. Santos inocentes, que morreram por ordem do malvado Herodes no lugar do Menino Jesus…
Todos: rogai por nós!

. Santa inês, São Tarcísio e todos os jovens e Crianças mártires que, para conservar a fé não adoraram falsos deuses e deram a vida por Jesus…
Todos: rogai por nós!

. Santa Maria Goreti, Beata Albertina e todos os jovens e Crianças que lutaram para conservar a pureza por amor a Jesus…
Todos: rogai por nós!


. São Domingos Sávio, Beatos Jacinta e Francisco, Santa Imelda e todos os jovens e Crianças que, para conservar a fé e o amor a Jesus, viveram heroicamente…
Todos: rogai por nós!


. São João Bosco, Santa Ângela, São Felipe Neri e todos os Santos educadores ou protetores das crianças e jovens…
Todos: rogai por nós!

. Beato José de Anchieta e todos os Santos heróis missionários que evangelizaram o Brasil, São Pedro de Alcântara e Nossa Senhora Aparecida, padroeiros de nossa pátria, defendam conosco os valores cristãos e nossa liberdade religiosa…
Todos: rogai por nós!


. Meu querido Santo ou Santa de devoção (falar o seu nome) ou aquele que tem o mesmo nome que eu, sempre cuide de mim e me dê bons exemplos…
Todos: rogai por nós!

. Arcanjos do Senhor: São Miguel que protege as crianças e toda a Igreja do mal, São Rafael que traz a Cura do Senhor e cuida para que nada de mal nos aconteça, São Gabriel que inspira a vontade de Deus no nosso Coração, Santos Anjos da nossa Guarda, amigos fiéis que nos cuidam e iluminam a inteligência para escolher o bem…
Todos: rogai por nós!

. Todos os Santo e Santas de Deus…
Todos: rogai por nós!


. Santa Maria, mãe de Jesus e nossa mãe, nunca me deixe sozinho (a) , me ajude a ser bom (a), a amar muito seu filho Jesus e guardar minha alma para Ele, para que um dia, eu também possa fazer parte da grande festa do Céu que dura para sempre, com todos os Santos e Anjos…
Todos: Amém!

- Ave Maria…

- Pai Nosso…

- Glória ao Pai…