29 de mar de 2013

Símbolos da Páscoa - Flores


As flores
A Páscoa na Europa é na primavera, preste atenção à Santa Missa de Páscoa, no domingo da Ressurreição do Vaticano, eles enfeitam tudo com muitas flores. Depois de um branco (lá neva) ou cinza ( o dia fica cinzento quando está muito frio, sem sol) inverno. Vem a alegria da primavera, cheia de esperança e vida, assim como nos sentimos com a ressurreição de Jesus.




Símbolos da Páscoa - Pomba


Pomba
Este símbolo representa a paz. Jesus, através de Seu sacrifício na cruz, nos ajuda a construir um reino de paz e amor.



Símbolos da Páscoa - Sinos

Sinos

No domingo de Páscoa, os sinos de todas as igrejas começam a tocar para anunciar a ressurreição de Jesus em sua sinos festivos. Pode prestar atenção na hora que cantamos o “Aleluia” nos sinos tocando.




Símbolos da Páscoa - Oliva

Oliva

Além de ser um símbolo de paz, recorda a entrada de Jesus em Jerusalém, quando uma multidão o recebeu calorosamente com ramos nas mãos. Também foi no jardim das oliveiras que Jesus orou se preparando para seu martírio.



Fonte: Blog da Tia Adelita

Símbolos da Páscoa - Luz / Círio Pascal

Luz




O Círio Pascal simboliza a luz de Cristo que veio para iluminar o mundo. Por sua morte e ressurreição venceu a escuridão nos corações dos homens.

Símbolos da Páscoa - Cordeiro

Cordeiro

Este símbolo está associado a Jesus, que sempre foi comparado a um cordeiro manso: ele deu a sua vida por nós. No antigo testamento os cordeiros eram sacrificados, em expiação pelos pecados de quem os ofertava. Jesus se ofereceu por todos nós.


Símbolos da Páscoa - Ovos ou pintinhos

Ovos  ou pintinho 

Ambos os símbolos representam o nascimento de uma nova vida.
Na verdade, para os cristãos, a Páscoa é a celebração de uma nova vida, da morte para a vida.
Beato João Paulo II (clique aqui para conhecer sua história), quando menino, na Páscoa, trocava lindos ovos decorados abençoados na Igreja, como qualquer família polonesa.

Símbolos da Páscoa - O Coelho


O Coelho

Foi escolhido por Santo Ambrósio como um símbolo da Ressurreição, lá nos comecinhos do cristianismo. Tanto o coelho como a lebre tem muitos filhotes, muuuitos mesmo, assim como somos muitos os filhos adotivos de Deus Pai, a partir da ressurreição de Jesus. A lebre muda de cor de acordo com a temporada, Santo Ambrósio comparou com a tristeza da morte, cinza, que muda para a alegria da vida, colorida.
A tia Adelita fez um papertoy de um coelhinho para você recortar e montar…



28 de mar de 2013

A história da Páscoa - vídeo

Só faltou dizer que naquela "janta gostosa", além de nos ensinar que devemos amar como Ele amou a gente, Ele instituiu a EUCARISTIA, mandando que repetissem aquele gesto em memória Dele!




Assim diz o Catecismo da Igreja: “Quando a Igreja celebra a Eucaristia, rememora a Páscoa de Cristo, e esta se torna presente: o sacrifício que Cristo ofereceu uma vez por todas na cruz torna-se sempre atual: Todas as vezes que se celebra no altar o sacrifício da cruz, pelo qual Cristo nossa Páscoa foi imolado, efetua-se a obra da nossa redenção. Por ser memorial da páscoa de Cristo, a Eucaristia é também um sacrifício. O caráter sacrifical a Eucaristia é manifestado nas próprias palavras da instituição: ‘Isto é o meu Corpo que será entregue por vós’, e ‘Este cálice é a nova aliança em meu Sangue, que vai ser derramado por vós’ (Lc 22,19s). Na eucaristia, Cristo dá este mesmo corpo que entregou por nós na cruz, o próprio sangue que ‘derramou por muitos para remissão dos pecados’ (Mt 26,28)” 
(Catecismo da Igreja Católica, 1365).

Fomos curados pela sua cruz


Ao refletir sobre a Paixão e Ressurreição de Jesus, precisamos também pensar que Sua dor e entrega foi por causa de nós que somos pecadores. Cristo morreu pelos fracos, pelos feridos, pela crueldade das mentiras que semeamos por causa do pecado, pela indiferença e pela maldade.

A Palavra de Deus nos revela, claramente, essa verdade de um Deus que se entregou por amor a nós: “Em verdade, Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e carregou nossos sofrimentos. Ele foi castigado por nossos crimes e esmagado por nossas iniquidades; o castigo que nos salva pesou sobre Ele; fomos curados graças as suas chagas” (Is. 53, 4a.5).

Sobre Cristo pesou nossa culpa e Ele a carregou! Tomou nossas dores para si, humilhou-se em nosso lugar, foi esmagado por amor a nós. E a Palavra ousa dizer que já fomos curados por meio das chagas d’Ele.

A cada dia temos a oportunidade de vivenciar o perdão e a cura contidas nesse grande mistério. Um Deus que se entregou para morrer, deixou-se castigar e ser crucificar por nós. Como ainda podemos não ter experimentado dessa grande graça? Como ainda continuamos a nos agarrar ao pecado, à culpa e às dores do passado se tudo em Cristo se fez novo?

A Palavra é clara: fomos curados! Nossa culpa foi expiada. É tempo de tomar posse do milagre realizado na cruz, de nos abraçarmos com ela e experimentar o poder do amor derramado até a última gota. De seu amor que não cessa de se derramar da cruz.

Abrace a dor de Cristo para sua salvação, abrace-a e diga: “aqui está a cura da minha alma, das minhas enfermidades, das minhas dores de amor”. Em Cristo está nossa ressurreição, mas é preciso abraçar a cruz e beber do amor que dela jorra, derramando nossa vida para que, assim, ela nos seja restituída em toda potência de misericórdia contida no sacrifício de Jesus, nosso Senhor!

Essa graça é para todos, sem nenhuma exceção; em especial aos mais aflitos, enfermos e desesperados. A esses, Deus se doa, intimamente, na cruz e se une aos seus sofrimentos. Nada temas mais, pois Ele, que morrera, ressuscitou e agora vive!

“Eis o lenho da cruz! Demos graças a Deus!”

27 de mar de 2013

Música de Páscoa

(Melodia da música Coelhinho da Páscoa o que trazes pra mim)
"Jesus, meu amado, o que trazes pra mim?
Amor, esperança, alegria sem fim!

Pra ter tudo isso o que devo fazer?
Se amar seu irmão, tudo isso vai ter!

Provei teu amor, a quem devo falar?
As crianças do mundo ide evangelizar!!!"




A cigarra arrependida e a formiga misericordiosa


Fonte: Catequizando com Amor



Utilizamos esta peça na missa com crianças para podermos trabalharmos a mensagem central da liturgia. Ficou muito legal! Vejam abaixo o texto e postaremos também o vídeo da peça.
Narrador: Em uma linda floresta, em dia quente de verão, uma cigarrinha estava a cantar e sem se preocupar com o inverno que iria chegar!
Cigarrinha: Eu não vou trabalhar, eu não vou trabalhar, eu só quero cantar eu não vou trabalhar!
Narrador: E neste mesmo bosque existia uma formiguinha trabalhadeira, muito preocupada com o inverno que iria chegar... não poderia deixar para a última hora, pois era necessário juntar alimentos para os dias frios que viriam. Vendo a atitude da cigarra e movida de misericórdia a formiguinha falou:
Formiga: Dona Cigarra o inverno vai chegar, tenho que guardar comida e aconselho você a fazer o mesmo. Não fique somente a cantar, vá trabalhar!
Cigarrinha: Deixe de ser boboca, dona Formiga, o inverno está longe ainda, eu ainda tenho muito tempo... olha o que não falta é comida... (mostrar uma maça) Vamos cantar!
Narrador: Mas o tempo passou e vejam só! O inverno chegou e com o inverno chegou o frio intenso, a ventania! (colocar o cd da tempestade) E a formiguinha que tanto havia trabalhado foi para a sua casinha, ficar bem quentinha, com alimento, com cobertor... não precisava se preocupar ela havia recebido a recompensa pelo seu árduo trabalho.Já a cigarrinha... coitadinha não havia se preparado para aquele momento e ali no meio da tempestade com frio, com fome e a alegria que ela sentia foi embora. Pobrezinha!
Os outros animaizinhos da floresta a olhavam e diziam assim:
Animaizinhos( crianças do coral): Bem feito quem mandou ela não trabalhar, que morra de fome!
Narrador: Então a cigarrinha pensou que agora não tinha mais jeito para ela, ela estava de fato perdida iria morrer de fome. Ela se arrependeu por não ter ouvido os conselhos da formiguinha. Então a formiguinha de sua casinha viu a cigarra. E ai o que vocês acham que deve ser a atitude da formiguinha condenar ou perdoar, ter misericórdia pela cigarra?
Formiga: Dona Cigarra alimente-se e não faça isso mais de não se esforçar para ajuntar alimentos para o inverno.
Cigarra: Pode deixar dona formiga aprendi a lição a partir de hoje serei trabalhadeira como a senhora, pois foi a sua misericórdia e seu amor que me salvou.Obrigada e me desculpe por ter tratado mal.
(Cigarra e formiga se abraçam)
Formiga: Eu só queria te pedir uma coisa , vamos cantar:
(Musica)
Narrador: E você quer saber a moral desta fábula: não condene perdoe sempre assim como Jesus nos perdoa sempre.

Quer ver mais? Tem ilustrações AQUI

26 de mar de 2013

Páscoa do Senhor Jesus


Evangelho

Domingo bem cedo, quando ainda estava escuro, Maria Madalena foi ao túmulo e viu que a pedra que tapava a entrada tinha sido tirada. Então foi correndo aonde estavam Pedro e o outro discípulo que Jesus estimava muito, e disse:
_ Tiraram o Senhor Jesus do túmulo, e não sabemos onde o puseram!
Então Pedro e o outro discípulo foram ao túmulo. Os dois correram, mas o outro correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro. Quando se abaixou para olhar, viu os lençóis de linho, mas não entrou. Pedro, porém, que chegou logo depois, entrou. Ele também viu os lençóis colocados ali, e a faixa que tinham posto em volta da cabeça de Jesus. A faixa não estava junto com os lençóis, mas enrolada ali ao lado. O outro discípulo, que havia chegado primeiro, também entrou no túmulo. Ele viu e creu. (Eles ainda não tinham entendido as Escrituras Sagradas, que dizem que era preciso que Jesus ressuscitasse.)

Orientação

Desenvolvimento do Evangelho
Domingo é o Dia do Senhor, o mais importante da semana do cristão, pois é o dia em que ele vai à casa do Pai para se encontrar com o seu Senhor. É o dia da ressurreição de Jesus que está vivo no meio de todos os que crêem.
E, foi neste dia, no terceiro depois da morte de Jesus, que Maria Madalena, mulher símbolo da comunidade convertida, foi até o lugar onde Ele estava sepultado para limpar o Seu corpo. Essa higienização era comum acontecer antes do sepultamento, porém, não foi possível pelo fato de Jesus ter morrido e ter sido sepultado às pressas na sexta-feira à tarde. Aos sábados os judeus não podem trabalhar.
Quando Maria Madalena chegou ao tumulo, encontrou o lugar aberto sem Jesus presente. Diante desta cena ela pensa que haviam roubado o corpo de Jesus, mas o fato mostra que não houve violação do sepulcro e nem roubo do cadáver, porque os ladrões não teriam se preocupado em dobrar o sudário (nome que se dá ao tecido que envolve o cadáver).
Maria Madalena representa a comunidade sem a perspectiva de fé, incapaz de assimilar a morte de Jesus, mas que mesmo assim, vai até Seu túmulo, sintetizando a busca dos cristãos pela vida e pelo amor. Ela ficou assustada porque não tinha entendido a mensagem que Jesus havia deixado durante a Sua vida, sobre a Sua morte e ressurreição, e foi correndo contar a Pedro o que tinha visto.
Os discípulos estavam descrentes, sem entender o que havia acontecido e, o fato de Maria Madalena encontrar Pedro e João sozinhos, mostra como os cristãos haviam se dispersado após a morte de Jesus.
Nesta passagem, pode-se verificar como João teve fé na ressurreição no momento em que não viu o corpo de Jesus no sepulcro. A ressurreição do Senhor era algo inusitado e, neste momento, só o discípulo que ama é capaz de descobrir e torná-la objeto de sua fé: Jesus não estava preso à morte. Ele estava vivo!
Tanto Pedro como João vêem os mesmos sinais, porém, aquele que ama é quem chega primeiro à descoberta do que é a verdade, porque o amor é mais forte do que a morte.

Falando para os pequeninos

Hoje estamos em festa! É um dia de muita alegria, pois comemoramos a Ressurreição de Jesus.
O que significa Ressurreição? Significa nascer de novo no céu. Jesus, hoje, nos dá a certeza de que um dia, depois da nossa morte, todos nós viveremos junto Dele, no céu.
Vamos agora ouvir o Evangelho para saber como as pessoas descobriram que Jesus tinha ressuscitado (ler o Evangelho).
Muitas pessoas ganham, hoje, um ovinho de chocolate, sabem por quê? Porque o ovo representa a vida, isto é, na natureza, dos ovos nasce uma vida nova. E esses ovos, que são feitos de chocolate, nos mostram como Jesus é doce e nos ama muito.

Atividades para o Encontro

Compromisso da semana
O compromisso desta semana é contar para as pessoas como Jesus está vivo, Ele ressuscitou!
Oração
“Jesus querido, que alegria saber que está vivo no meio de nós!”
Sinal da Cruz, Pai-Nosso, Ave-Maria e uma oração espontânea da criança e do catequista sobre o tema do dia ou uma necessidade.
Material de ilustração
Jesus vive!
Material para Atividade
Colorir a ilustração.
Preparação para a Atividade
Tirar cópia dos desenhos para as crianças.
Dinâmica: “Caça ao tesouro da vida”
Mensagem: Jesus ressuscitou e nos trouxe uma mensagem de fé, esperança e vida eterna! Essa mensagem deve estar viva dentro de nós, a todo instante.
Esta dinâmica constitui-se numa caça ao tesouro, em que as crianças vão achando pistas de onde está o tesouro, até encontrá-lo. Somente chega ao tesouro quem responde corretamente às perguntas (pistas) que são deixadas ao longo do caminho… A cada resposta correta, uma nova pista é dada.
Passo a passo da caça ao tesouro:
- O voluntário irá explicar como será a caça ao tesouro e fazer a primeira pergunta;
- se as crianças acertarem a resposta, ele dará a pista de onde se encontra a próxima pergunta
(Ex: o lugar da próxima pergunta é um espaço pequeno, em que geralmente outros seres vivos se desenvolvem – resposta seria vaso). Se as crianças não encontrarem o voluntário dará dicas para ajudar;
- ao encontrar a próxima pergunta, devem avisar a todos e se reunirem num local determinado do espaço para ler a pergunta (caso ainda não saibam ler o voluntário deve ajudar) e encontrarem juntos a resposta;
- quando acertarem a resposta o voluntário dará a nova dica;
- a última pista levará ao tesouro.
Esta dinâmica geralmente é desenvolvida dentro de uma proposta lúdica (alegre) e desafiadora, sendo muitas vezes proposta com caráter competitivo (em que as equipes competem para ver quem chega primeiro ao tesouro).
Devido ao enfoque de nossa dinâmica ser para crianças pequenas, faremos esta proposta de uma maneira coletiva, sem competição.
Caso o grupo de crianças seja muito grande, deve haver uma divisão em grupos (cada catequista coordena um grupo), e aí, as pistas devem ter cores diferentes (cada cor corresponde a uma equipe), ou seja, no mesmo local haverá mais de uma pista, e para cada equipe a ordem das perguntas e pistas de locais devem ser diferentes.
Preparação para a Dinâmica
- preparar as perguntas retiradas do Evangelho (Ex: Quais foram as 3 pessoas que foram limpar e perfumar o corpo de Jesus? Quais discípulos foram chamados para ir ao túmulo de Jesus por Maria Madalena? Qual o significado de Jesus ressuscitado?) que devem ser escritas em uma tira de papel e numeradas (as tiras de papel devem ser dobradas com o no. da pista para fora e dentro a pergunta;
- escolher onde esconder as pistas (ter em mãos uma lista de onde cada pergunta está para melhor orientar as crianças);
- o baú do tesouro: uma caixa (de papelão amarela ou de sapatos) enfeitada, um baú de madeira, etc, que tenha dentro uma linda imagem de Jesus ressuscitado (mensagem de alegria, esperança, vida) ou um espelho (todos vão se olhar e a mensagem é que Jesus está vivo dentro de nós).
Observação:
O tesouro não deve ter uma conotação material e sim espiritual – JESUS, VIVO EM NÓS, por esta razão caso as crianças forem receber qualquer tipo de lembrancinha de páscoa (ovinho de chocolate, bombom, adesivo etc), que seja entregue no final quando estiverem indo embora, para que não achem que é uma recompensa por encontrarem o tesouro.

22 de mar de 2013

Noveninha das Mãozinhas Ensangüentadas de Jesus - 4º dia

Essa novena foi adaptada para crianças pela Josiele Correa, de Capão Bonito/SP.

4°dia: A pureza

Palavrinha: João 8, 3-11

Trouxeram-lhe, então, algumas crianças para que sobre elas pusesse as mãos e orasse, mas os discípulos reclamaram com seus pais. Jesus vendo isso, não gostou e disse a eles:
- Deixem vir a mim os pequeninos e não os impeçam, pois o Reino de Deus é de quem se parece com as crianças. Em verdade lhes digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança não entrará nele.
E abraçando as crianças e impondo-lhes as mãos as abençoou.

Oração: "Amiguinho Jesus, que eu possa ter sempre um coração puro, mesmo quando eu crescer quero ter esse coração de criança. Contigo sei que é possível! Com tuas mãozinhas puríssimas, tocai em mim e dê-me a graça de fazer sempre do meu coraçãozinho a Tua morada. Amém"

Jaculatória: (repetir muitas vezes neste dia)
"Amiguinho Jesus pelo poder do teu sangue purifica o meu coraçãozinho."


Dinâmica:
Pode se fazer o jogo da vida usando por exemplo a frase: "Quem não receber o Reino do Céu como uma criança não entrará nele." Escreva os tracinhos correspondentes ao número de letras de cada palavra na lousa ou em uma cartolina para que todos vejam. Divida as crianças em 2 ou 3 equipes e uma equipe de cada vez fala uma letra. Quando acertar desenhe uma parte do corpo do bonequinho, mas não numa forca (iremos dar vida ao bonequinho e não enforcá-lo, ok?!).

Desenhos para colorir:








Oração final para todos os dias da noveninha:
“Amiguinho Jesus, coloca as tuas mãozinhas ensanguentadas sobre mim nesse momento. Sinto-me completamente sem forças. Preciso que a força e o poder de tuas mãozinhas que sentiram tanta dor ao serem pregadas na cruz, curem-me agora Jesus. Não peço só por mim, mas também por todas as pessoas que eu amo.
Eu reconheço, apesar dos meus pecados, que és Deus Misericordioso para agir e realizar o impossível! Com fé posso dizer: Mãozinhas ensangüentadas de Jesus, mãozinhas feridas lá na cruz! Vem tocar em mim, Vem Senhor Jesus!”

Concluir cada dia, rezando um Pai Nosso e um glória




21 de mar de 2013

Noveninha das Mãozinhas Ensangüentadas de Jesus - 3º dia

Essa novena foi adaptada para crianças pela Josiele Correa, de Capão Bonito/SP.

3° dia: O perdão

Palavrinha: João 8, 3-11

Os escribas e fariseus, querendo colocar Jesus numa situação difícil, levaram uma mulher até ele, pois haviam pegado em adultério. Todos tinham pedras na mãos para matá-la(pois era a punição para quem fosse casada e ficasse com outro homem) .Queriam que Jesus desse sua opinião.Jesus  com suas mãos começou a desenhar no chão com o dedo,nem olhou para eles e disse:
- “Quem não tem pecado, atire a primeira pedra.”
Todos os homens, do mais velho para os mais novos foram largando as pedras e indo embora.
A mulher ficou sozinha com Jesus,que se ergueu,olhou para ela e perguntou:
- Mulher, ninguém te condenou?
Ela respondeu:
-Ninguém, Senhor!
Jesus então disse:
-Nem eu te condeno, vai e não torna a pecar!
(pregação com as palavras do evangelizador)
Oração

Oração: “Amiguinho Jesus, como essa mulher, preciso muitíssimo do teu perdão, com tuas mãozinhas benditas toca agora e transforma meu coraçãozinho que muitas vezes é tão duro como pedra ,me ensina a perdoar. Amém!”

Jaculatória: (repetir muitas vezes neste dia)
“Amiguinho Jesus pelo poder do teu sangue me perdoa e me ensina a sempre perdoar!” (pode ser feita num coração vermelho e colar a oração)



Dinâmica da pedra:

É uma brincadeira para que as crianças percebam o que acontece quando guardamos mágoas, ressentimentos, quando não nos perdoamos por algo que fizemos de errado.

Pedir que as crianças usem a imaginação e façam o que o evangelizador pedir.

1 - Começar pedindo às crianças que imaginem que alguém atirou uma pedra neles e cada uma resolveu ficar com a pedra para devolvê-la quando a pessoa aparecer. Só que essa pedra não pode ser largada nunca. Assim, todas as atividades que eles realizarem devem estar carregando a pedra em uma das mãos.


2 - O evangelizador deve levar pedras de acordo com o número de crianças (não muito grande e nem muito pequena) e distribuir uma pedra para cada criança.



3 - Com uma das mãos sempre segurando a pedra, realizar as seguintes atividades:
  • Bater palmas;
  • Fazer um círculo de mãos dadas.
  • Fazer de conta que estão tomando banho (lembrar que a pedra não é o sabonete);
  • Fazer de conta que estão jogando vídeo-game;
  • Levar uma bola e solicitar que passem um para o outro, lembrando sempre que não podem largar a pedra e nem deixar ela cair.

Após a dinâmica pedir que todos guardem a pedra no mesmo lugar que o evangelizador as trouxe e então perguntar:

  • Foi fácil ou difícil fazer as atividades segurando a pedra?
  • E se a gente guardar a pedra para descontar na pessoa que atirou e ela nunca mais aparecer? Adianta guardar a pedra?

Assim acontece quando guardamos uma ofensa, uma mágoa que não foi perdoada. 

Será que uma mágoa, uma ofensa atrapalha a vida de quem a carrega? Sim. Será um peso, como a pedra. Machuca como a pedra, impede quem a carrega de fazer uma porção de coisas boas.


Como perdoar? Esquecendo a ofensa. Não ficar lembrando, não ficar contando o que aconteceu para todas as pessoas que encontrar, não desejar o mal. Se relembramos, sofremos de novo. Perdoar com o coração.

Quando perdoar? Sempre. Lembrar da passagem em que Pedro se aproxima de Jesus e lhe pergunta: Senhor, quantas vezes perdoarei ao meu irmão quando pecar contra mim? Será até sete vezes? Jesus lhe respondeu: Não vos digo que apenas sete vezes e sim setenta vezes sete vezes (Mateus 18, 21-22). O que Jesus quis dizer com essas palavras? Que não há limites para o perdão. Jesus nos ensina a perdoar sempre. E Ele também sempre, sempre mesmo, nos perdoa.
Se houver tempo, repetir as atividades sem a pedra na mão para que eles percebam a diferença. Salientar que o mesmo acontece quando perdoamos alguém ou nos perdoamos (ficamos mais leves, mais felizes).

Distribuir a atividade abaixo e papéis coloridos contendo os sentimentos que inundam quem perdoa. Solicitar que as crianças desenhem e colem as palavras ao redor do desenho. 



Sentimentos utilizados: AMOR, PERDÃO, FÉ, CARINHO, PAZ, COMPREENSÃO, ALEGRIA, RESPEITO, BONDADE. A criança poderá escrever outros exemplos como: SAÚDE, AMIZADE.


Também podemos distribuir um papel sulfite branco para eles desenharem em que precisam do perdão de Deus.


Oração final para todos os dias da noveninha:
“Amiguinho Jesus, coloca as tuas mãozinhas ensanguentadas sobre mim nesse momento. Sinto-me completamente sem forças. Preciso que a força e o poder de tuas mãozinhas que sentiram tanta dor ao serem pregadas na cruz, curem-me agora Jesus. Não peço só por mim, mas também por todas as pessoas que eu amo.
Eu reconheço, apesar dos meus pecados, que és Deus Misericordioso para agir e realizar o impossível! Com fé posso dizer: Mãozinhas ensangüentadas de Jesus, mãozinhas feridas lá na cruz! Vem tocar em mim, Vem Senhor Jesus!”

Concluir cada dia, rezando um Pai Nosso e um glória


20 de mar de 2013

Dia do blogueiro - 20 de março


Parabéns a todos amigos/irmãos blogueiros!!!
Deus Paizinhos nos abençoe a todos!!!!

Noveninha das Mãozinhas Ensangüentadas de Jesus - 2º dia

Essa novena foi adaptada para crianças pela Josiele Correa, de Capão Bonito/SP.


2º dia: A HUMILDADE

Palavrinha: João 13, 4-16

À noite, antes de sentar-se à mesa com seus discípulos, Jesus tirou o manto e, tomando uma toalha, amarrou-a na cintura. Depois derramou água numa bacia e com suas mãos lavou os pés dos discípulos (era costume os empregados de uma casa lavar os pés empoeirados das vistas). Depois, Jesus se sentou outra vez à mesa e disse:
- Entenderam o que eu fiz? Vocês me chamam de Mestre e Senhor, e dizem bem, porque eu o sou. Ora, se eu, Senhor e Mestre, lavei seus pés, vocês devem também lavar os pés uns dos outros (significava: servir uns aos outros). Porque eu dei a vocês o exemplo, para que, como eu fiz, vocês façam também. Na verdade, lhes digo que o servo não é maior do que o seu senhor (significava: se o Senhor se fez servo, ninguém deveria se achar maior/melhor do que o outro).
(Fazer a pregação com as palavras do evangelizador infantil)

Oração: (repetir muitas vezes neste dia) "Meu amiguinho Jesus, muitas vezes eu não tenho vontade de fazer as coisas para as pessoas, mas quero que façam para mim, não quero ser mais assim. Com tuas mãozinhas humildes, arranca do meu coraçãozinho todo orgulho que impede de ser melhor com meus irmãos. Amém."

Jaculatória:
“Amiguinho Jesus, pelo poder do seu sangue, me ajude a ser humilde e me dê o dom de servir. Amém!” (pode-se fazer um pé de cartolina com a oração)



Dinâmica: Lavar as mãos um dos outros.

Oficina: Colorir um dos desenhos:






Oração final para todos os dias da noveninha:
“Amiguinho Jesus, coloca as tuas mãozinhas ensanguentadas sobre mim nesse momento. Sinto-me completamente sem forças. Preciso que a força e o poder de tuas mãozinhas que sentiram tanta dor ao serem pregadas na cruz, curem-me agora Jesus. Não peço só por mim, mas também por todas as pessoas que eu amo.
Eu reconheço, apesar dos meus pecados, que és Deus Misericordioso para agir e realizar o impossível! Com fé posso dizer: Mãozinhas ensangüentadas de Jesus, mãozinhas feridas lá na cruz! Vem tocar em mim, Vem Senhor Jesus!”

Concluir cada dia, rezando um Pai Nosso e um glória




18 de mar de 2013

Uma grande alegria: campanha em prol de medicamentos para Uganda alcança meta


O dia de hoje é de alegria e louvor para a Renovação Carismática Católica do Brasil. Com a mobilização e a solidariedade de muitos, nosso Movimento conseguiu reunir doações e garantir dois meses de tratamento para 160 pessoas portadoras do vírus HIV em Uganda, país onde duas missionárias da RCC desenvolvem trabalhos de evangelização e promoção humana há quatro meses.  

Desde o início da campanha  em prol dos medicamentos, no dia 12 de março, o Escritório Nacional da RCCBRASIL recebeu inúmeras ligações e mais de 100 e-mails de pessoas interessadas em ajudar. Desses contatos, até essa manhã, 23 depósitos tinham sido feitos e faltava cerca de mil reais para que a meta de R$ 3800,00 fosse atingida.

Entretanto, no início da tarde de hoje, uma ligação do estado do Mato Grosso trouxe a tão esperada notícia. Em apenas uma coleta feita durante o Encontro Estadual de Formação da RCC, realizado no último fim de semana na cidade de Várzea Grande/MT, foi arrecadado o valor equivalente a meta total estipulada para a campanha. O apelo foi feito pela coordenadora estadual da RCC/MT, Giovanna Comarela, e pela coordenadora nacional do Ministério de Pregação, Maria Beatriz Spier Vargas, que pregava no Encontro.

Com isso, o valor total a ser doado para Uganda  será maior que o esperado e garantirá mais de três meses de tratamento contra o HIV para o grupo que está sob os cuidados da Comunidade Yesu Ahuriire, na qual as missionárias brasileiras atuam.

Para o diretor executivo do Escritório Nacional da RCCBRASIL, Márcio Zolin, além de uma demonstração da mobilização e da solidariedade dos carismáticos, o fato também é uma confirmação de Deus para as iniciativas missionárias do Movimento: “isso é um sinal visível de Deus que confirma a vocação missionária da RCC e a nossa presença em Uganda. Estamos muito felizes e agradecidos, tanto a Deus como a cada um que colaborou”, declarou ele.

Seja um colaborador permanente das iniciativas missionárias da RCC
A campanha que acabamos de finalizar foi uma mobilização especial diante de uma situação que merecia nossa resposta rápida. Entretanto, a presença das duas missionárias da RCC na África, bem como todo o trabalho desenvolvido pelas Casas de Missão do Movimento na Ilha do Marajó/PA, Canas/SP e Pelotas/RS são mantidos por aqueles que colaboram fielmente e, cada dois meses, recebem a Revista Renovação. Faça seu cadastro e seja um colaborador permanente!